AUTOCADSOLUÇÃO DE PROBLEMASDESENHO E EDIÇÃO

Converter PDF em DWG

Converter PDF em DWG é um problema que todo profissional já teve que lidar e sofria para resolver. A partir da versão 2017 você pode fazer isso diretamente no AutoCAD! Aprenda agora!

A solução mais comum é recorrer a programas totalmente desconhecidos na esperança de converter este PDF em alguma coisa que o AutoCAD consiga ler. Alguns até nos oferecem um sucesso relativo, porém o arquivo vem tantos problemas que no final das contas acabamos redesenhando tudo.

Mas porque é tão difícil fazer essa conversão? Gerar um PDF a partir de um DWG é sempre tão fácil! Vamos entender o motivo.

FORMATOS DE ARQUIVOS

Um projeto desenvolvido no AutoCAD é basicamente uma representação vetorial, que nada mais é do que o uso de formas primitivas geométricas (linhas, curvas, pontos, etc) baseados em expressões matemáticas, que no final das contas geram um desenho.

Quando convertemos um arquivo DWG em PDF, todos os vetores (formas geométricas) são convertidos em gráficos rasterizados (raster graphics). Essa representação é mais simplificada onde temos um mapa de bits (bitmap).

Resumindo, uma imagem vetorial pode ter seu tamanho aumentado ou diminuído sem perder qualidade. Já uma imagem bitmap tem um tamanho fixo, onde ao aumentar o seu tamanho temos uma nítida perda de qualidade.

converter-pdf-em-dwg

Aí se encontra o nosso problema, converter DWG em PDF é fácil, agora converter um monte de “quadradinhos” em uma representação vetorial matematicamente calculada é um problema sério.

converter-pdf-em-dwg

Temos que nos preocupar também em como este arquivo PDF foi gerado. Se ele foi criado a partir de um arquivo vetorial as chances de uma conversão com qualidade são imensas.

Já quando este arquivo foi salvo a partir de uma imagem JPG ou foi salvo várias e várias vezes em PDF ele vai perdendo as informações originais devido as sucessivas compressões.

converter-pdf-em-dwg

Repare nas imagens no Facebook. Tem algumas que estão com péssima qualidade. Sabe por que? Devido a quantidade de vezes na qual ela foi compartilhada, fazendo com que ela fosse comprimida várias e várias vezes até comprometer a qualidade. Isso também pode acontecer com um arquivo PDF.

Esclarecidos os problemas vamos as soluções.

CONVERTER PDF EM DWG NO AUTOCAD

A partir da versão 2017 o AutoCAD permite que ao importar um arquivo PDF seja possível converter seu conteúdo em um primitivas geométricas que podem ser editadas e configuradas. Para isso basta ir ao menu de aplicação, selecionar a opção Import e clicar em PDF.

converter-pdf-em-dwg

Após ativar o comando será exibida uma mensagem na linha de comando: Select PDF underlay or (Selecionar PDF inserido ou). Na verdade o comando permite que um PDF que tenha sido como referência externa seja convertido em um arquivo vetorial incorporado ao arquivo atual.

converter-pdf-em-dwg

Se não for o seu caso basta pressionar Enter para abrir o navegador de arquivos e você selecionar o PDF desejado.

converter-pdf-em-dwg

Ao selecionar o arquivo desejado irá aparecer a janela Import PDF e algumas opções que podem ajudar a melhorar a conversão do seu arquivo.

converter-pdf-em-dwg

A direita temos alguns campos que devem ser observados.

Location (localização): Aqui você pode especificar o ponto onde quer inserir o desenho (basta marcar o campo Specify point on-screen). Além das opções de alterar a escala e rotacionar o desenho.

PDF data to Import (Dados do PDF para importação): Todos os campos estão ativados mas resumindo temos:

  • Vector geometry: Vetoriza a geometria convertendo em segmentos de linha e curvas.
  • Solid Fills (Hachuras sólidas): Importa preenchimentos solidos.
  • TrueType Text (Fontes inteligentes): Identifica e converte fontes de texto.
  • Raster images: Importa imagem rasterizadas (bitmaps)

Layers: Permite configurar como serão organizadas as camadas.

  • Use PDF Layers: Caso o PDF contenha camadas, as mesmas serão preservadas e incorporadas ao arquivo.
  • Create object Layers: Separa os objetos em diferentes camadas (geometrias, textos e hachuras)
  • Current Layer: Insere todos objetos na camada atual.

Import Options: Aqui temos algumas opções de importação, que podem fazer a diferença indo desde a organização do arquivo como a qualidade do resultado.

  • Import as block: Importa o arquivo como um bloco.
  • Join line and arc segments: todas linhas e arcos que tiverem seus “endpoints” conectados serão unidos.
  • Convert solid fills to hatches: Converte áreas solidas em hachuras. (recomendo ativar esse!)
  • Apply lineweight properties: associa as espessuras de linhas do PDF as novas geometrias.
  • Infer linetypes from collinear dashes: Ao identificar que um conjunto de linhas tenha um padrão (como linhas tracejadas, traço-ponto, etc). ele cria um estilo de linha chamado PDF_IMPORT.  (recomendo ativar esse!)

Apresentados os comandos vamos aos testes. Usei uma planta baixa que foi criada no AutoCAD e convertida em PDF através da impressora DWGtoPDF.pc3, logo o arquivo contém camadas.

converter-pdf-em-dwg

A partir deste arquivo, fiz a importação e acrescentei as opções Convert solid fills to hatches e Infer linetypes from collinear dashes.

converter-pdf-em-dwg

QUALIDADE DE CONVERSÃO

Após carregar o resultado foi esse:

converter-pdf-em-dwg

Visualmente está com uma qualidade muito boa, agora vamos aos resultados e análises:

CAMADAS

Realmente todas as camadas foram preservadas, o único detalhe é que foi acrescentado o prefixo PDF_  antes do nome da camada. Achei até melhor por questão de organização, se não fizesse isso, caso eu tivesse uma camada com o mesmos nome, estes objetos seriam incorporados a esta camada.

converter-pdf-em-dwg

COTAS E TEXTOS

Quando o assunto é cotas ainda há muito o que melhorar, todas foram convertidas em vetores, inclusive textos e números. A fonte utilizada no arquivo (RomanS.txt) não foi reconhecida.

converter-pdf-em-dwg

GEOMETRIAS

O resultado aqui supera e muito os conversores que encontramos por aí, já que além de fazer uma boa conversão, as linhas que suas extremidades (endpoints) se encontravam foram unidas e convertidas em polylines.

Os arcos e círculos, que são o principal problema das conversões foram convertidos perfeitamente e o mais impressionante fica pela linha de centro. A conversão reconheceu o padrão e transformou a mesma em linha independente de estar interrompida.

converter-pdf-em-dwg

HACHURAS

Aqui temos um divisor de águas. Hachuras solidas tivemos uma conversão excelente. ao selecionar a hachura solida o painel de edição de hachuras é imediatamente ativado, permitindo a edição e configuração. Já a hachura de malha quadriculada (Net) foi convertida em linhas.

converter-pdf-em-dwg

BLOCOS

Isso seria um sonho de consumo mas de onde a conversão iria tirar a informação do que é ou não um bloco? Como entra uma parte de interpretação do desenho, acredito que isso fica para um futuro distante.

converter-pdf-em-dwg

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ainda há alguns pontos a serem melhorados mas o resultado foi impressionante. Um resultado muito bom, que ainda necessita de um certo grau de retrabalho mas é muito melhor do que começar do zero e oferece muito mais recursos do que os programas que encontramos no mercado hoje.

Gostaram? Compartilhem com amigos, isso ajuda o site. E não esqueça de curtir nossa página! Facebook!

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

LUIS ANDRÉ é Designer Industrial, Arquiteto e Ilustrador nas horas vagas. Graduado em Design Industrial, Arquitetura e Urbanismo e mestrando em BIM (Modelagem da Informação da Construção). Atua como arquiteto na construção civil e também é professor em um Centro de Treinamento Autorizado Autodesk (ATC).
Criou o blog para compartilhar conhecimento e aprimorar iniciantes ou profissionais quanto aos diversos recursos do AutoCAD, REVIT e SKETCHUP.

12 Comentários

  1. Katiussia cesar
    4 de novembro de 2016 at 23:40 — Responder

    No caso de um projeto scaneado e transformado em pdf é possivel a conversão?
    Pois nunca consegui.
    Apena faço se o peojeto nunca saiu do eletronico.

    Desde já grata

    • 5 de novembro de 2016 at 09:53 — Responder

      Olá Katiussia,

      Infelizmente não, pois o arquivo scanneado não armazena ar informações vetoriais como um arquivo PDF. Também tenho esse problema de vez em quando.

      Um abraço!

  2. Thiago
    30 de março de 2017 at 11:51 — Responder

    Olá Luis André.
    Tenho um arquivo de um desenho feito no cad que foi salvo em pdf. Tem como abri-lo para edição no cad 2016?
    Abraços.

    • 31 de março de 2017 at 10:05 — Responder

      Olá Thiago,

      Você consegue abrir para visualização e o AutoCAD irá reconhece-lo como PDF, para que o AutoCAD converta para linhas, somente na versão 2017.

      Um abraço!

  3. Camila
    24 de abril de 2017 at 14:06 — Responder

    Eu consigo selecionar mais de 1 folha para conversão? Ou tem que ser uma por vez mesmo?

    • 24 de abril de 2017 at 14:09 — Responder

      Olá Camila,

      Funciona com um arquivo de cada vez, depende se são folhas em arquivos separados ou um arquivo com várias folhas.

      Um abraço!

  4. Raquel
    8 de maio de 2017 at 21:49 — Responder

    Importei meu arquivo, mais não foi todos os layeres, só importou as cotas. como resolver?

    • 9 de maio de 2017 at 17:05 — Responder

      Olá Raquel,

      Pode mandar um print do resultado? Se puder, poste no noso grupo no facebook, fica mais fácil e rápido para te ajudar.

      Um abraço!

  5. Silas Nonato Medeiros
    14 de junho de 2017 at 20:55 — Responder

    O PDF ESTÁ EM UMA ESCALA DESCONHECIDA. HÁ ALGUM JEITO DE EU CONVERTER PARA OUTRA ESCALA? O ÚNICO PARÂMETRO QUE EU TENHO É QUE 1m NO DESENHO ANTIGO, COTANDO AGORA PARA O DESENHO IMPORTADO FICA COMO 1,95 m

  6. Gustavo Amador
    29 de agosto de 2017 at 14:52 — Responder

    Para quem não tem o autocad 2017 recomendo este site: https://br.cadsofttools.com/pdf-to-dwg-online/?sent=block aqui esta um site que não precisa de esperar 30 minutos

  7. NATANAEL
    12 de setembro de 2017 at 09:54 — Responder

    MUITO OBRIGADO PELA POSTAGEM!
    ME AJUDOU MUITO! ABRAÇOS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *