SKETCHUPSKETCHUP & VRAY

Material x Mapa x Textura, qual a diferença?

Material x mapa x textura, qual a diferença? Cada site, blog ou fórum que você entra esses termos começam a “pipocar” na tela e quando você acha que sabe o que é, percebe que está cada vez mais confuso! Vamos resolver isso agora!

Finalmente você terminou de modelar o seu projeto e chegou o melhor momento! Aplicar os materiais ao seu projeto! Porém, em sua busca você se depara com nomes e termos novos, onde cada um chama da maneira que acha mais correta, ou da maneira que a maioria chama, mesmo sem fazer ideia do que se trata, afinal o que importa é terminar o meu projeto!

material-mapa-textura

Mas saber o termo correto irá facilitar muito a sua busca pelo “material/mapa/textura” perfeito. Em um mercado cada vez mais concorrido, conseguir reproduzir as características dos objetos do seu projeto da maneira mais realista possível pode ser o diferencial que você precisa.

Então, vamos entender o que são e onde cada uma destas peças se encaixa.

MATERIAIS

Em determinado momento do projeto precisamos representar os mais variados acabamentos onde cada um tem suas próprias características, peculiaridades e inclusive alguns defeitos. Para conseguir isso recorremos aos materiais.

Os materiais são um representação em 2D que aplicamos às superfície dos objetos do projeto, sendo necessário fazer uma série de configurações para conseguir reproduzir com fidelidade o acabamento desejado. Mas o que são esses materiais afinal?

Material é um termo “guarda-chuva”, onde temos diversos canais que nos permitem configurar cada uma das características do acabamento desejado, realizando isso dentro de um editor de materiais.

material-mapa-textura

No editor de materiais podemos configurar uma série de parâmetros e quando estas configurações não são suficientes para obtermos o acabamento desejado podemos recorrer aos mapas. Certo, mas o que é um mapa?

MAPA

Mapa é um arquivo único, uma representação digital da superfície de um objeto, representado suas características tanto bidimensionais como tridimensionais. É muito comum um único material ser composto por dezenas de mapas, cada um contendo configurações e parâmetros totalmente diferentes, gerando resultados de acordo com a sua necessidade.

material-mapa-textura

Cada mapa ira representar uma característica específica do material, podendo ser informações de transparência, reflexão, cores, relevos e inclusive seu aspecto visual, que pode ser representado por uma imagem bitmap, como uma “foto”, como um calçamento de paralelepípedos, por exemplo. Geralmente esta “fotografia” que nada mais é do que um mapa, costuma ser chamada de textura. E o que é essa textura?

material-mapa-textura

TEXTURA

Textura é um arquivo único, uma imagem 2D. Geralmente usamos o termo textura quando nos referimos a um bitmap, ou seja, uma imagem que representa o elemento que você deseja em seu projeto. A textura acaba sendo o mapa que a maioria dos profissionais se concentra, porém, muitas vezes uma correta configuração dos demais parâmetros e o uso de outros mapas são necessários para se conseguir o grau de realismo necessário.

material-mapa-textura

Cada mapa contém de características específicas que só geram o resultado desejado se colocadas no canal correto. A correta combinação desses mapas pode gerar resultados incríveis no seu projeto, permitindo um grau de realismo que vai surpreender os seus clientes!

CONCLUSÃO

Com essas informações você conseguirá buscar o seu material corretamente ou mesmo entender o motivo dele não estar gerando o resultado desejado. Perceba que a interpretação de uma simples frase pode mudar totalmente. Compare as frases a seguir.

Uma acabamento de madeira com relevo e aspecto envernizado.

Uma acabamento (material) de madeira (textura bitmap – quem também é chamado de mapa) com relevo (mapa de relevo) e aspecto envernizado (mapa de reflexo).

Conforme você interpreta a sua própria frase vai identificando que você você precisa para conseguir este material, ou minimamente  que parâmetros deve configurar. Acaba sendo uma ‘linguagem” de renderização!

Acredito que está explicação esclarece algumas das suas dúvidas e vai auxiliar você para as próximas publicações, onde em diversos momento usareia as expressões, mapa, textura, material e mais outras que serão explicadas no seu devido momento.

Gostaram? Curtam nossa página! Facebook!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD!

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

LUIS ANDRÉ é Designer Industrial, Arquiteto e Ilustrador nas horas vagas. Graduado em Design Industrial, Arquitetura e Urbanismo e mestrando em BIM (Modelagem da Informação da Construção). Atua como arquiteto na construção civil e também é professor em um Centro de Treinamento Autorizado Autodesk (ATC).
Criou o blog para compartilhar conhecimento e aprimorar iniciantes ou profissionais quanto aos diversos recursos do AutoCAD, REVIT e SKETCHUP.

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *