MODELAGEMFAMÍLIASREVIT

Modelagem Básica – Mesclar [Revit]

Modelagem básica – Mesclar faz parte de uma série de publicações que irão apresentar as ferramentas de modelagem presentes dentro do Revit, que permitem tanto a modelagem no local como a criação de famílias. Aprenda agora!

Dando sequência as publicações sobre as ferramentas de criação de famílias hoje vamos conhecer o recurso Mesclar.

modelagem-modelagem-mesclar

Podemos dizer que a ferramenta mesclar também é uma ferramenta de extrusão, porém com um resultado diferente, onde determinamos qual será o formato inicial da extrusão e o formato final. Para iniciarmos a aplicação da ferramenta, vamos criar uma família.

Vá até o menu de aplicação e em Novo selecione Família.

Como vamos apenas estudar a ferramenta Mesclar, selecione a família Mobiliário Métrico.

Se você não viu nossa publicação anterior Modelagem Básica Extrusão clique aqui. Para os que já leram, sabem que a interface para a criação de uma família é bem diferente da que estamos acostumados, principalmente o menu Ribbon.

Agora vamos aos primeiros ajustes. É muito normal se utilizar diferentes tipos de unidades de acordo com o tipo de família, por exemplo, para a criação da cortina na qual vamos modelar recomendo que trabalhe em milímetros, isso facilitará a modelagem.

modelagem-modelagem-mesclar

Mas isso não vai dar erro quando eu inserir no meu projeto em metros??

Não, não vai. Pode ficar tranquilo, o Revit consegue interpretar muito bem as diferenças de unidade sem alterar as dimensões reais dos objetos.

Antes de iniciarmos nossa cortina vamos entender como funciona a ferramenta de Mesclar. No painel Formas localize a ferramenta Mesclar e clique nela.

modelagem-modelagem-mesclar

Ao ativar a ferramenta, somos imediatamente direcionados para a aba Modificar|Criar limite da base de mescla. Sim, na ferramenta mesclar devemos criar uma geometria correspondente a nossa base e depois uma nova geometria correspondente ao topo.

Para testarmos a ferramenta desenho no Nível de referência (o nosso “chão”) um quadrado de 500 x 500. Lembre-se que estou utilizando a unidade milímetros.

modelagem-modelagem-mesclar

Algumas observações aqui. Este quadrado será a base de nossa mescla. Para criar o topo você deve ir até a aba Modificar e no painel Modo clicar no botão Editar Topo.

modelagem-modelagem-mesclar

Observe que o quadrado ficou cinza. Isso aconteceu porque agora estamos no modo de edição do topo, onde devemos criar a geometria que corresponderá ao topo da nossa mescla. Observe que a aba Modificar agora se chama Modificar|Criar limite superior da mescla

modelagem-modelagem-mesclar

Para que possamos perceber o resultado da ferramenta vamos desenhar um polígono para ser o topo de nossa geometria.

modelagem-modelagem-mesclar

Certo, desenhei a base e o topo, mas onde eu configuro a altura dessa mescla?

Basta observar o primeiro item da Barra de opções. Caso não esteja aparecendo nada na barra de opções observe o painel de Propriedades. No campo Restrições você tem duas opções: Segunda Extremidade e Extremidade final.

modelagem-modelagem-mesclar

A extremidade inicial corresponde a base (que geralmente deixamos como 0.0) já a opção Segunda extremidade corresponde a altura (em relação a base ou o valor da extremidade inicial). É neste ponto que editamos a altura.

No painel Modo confirme a mescla. Não se preocupe, ainda podemos voltar ao modo de edição e fazer todos os ajustes que acharmos necessários.

modelagem-modelagem-mesclar

Para entender melhor o resultado, utilize a visualização em 3D. Observe que temos uma mescla entre a geometria da base e a geometria do topo, onde o Revit tentou da melhor maneira possível adequar o formato de ambos.

modelagem-modelagem-mesclar

Se você selecionar a geometria observe que a aba Modificar agora se chama Modificar|Mesclar já que a forma final já foi criada. Inclusive temos algumas opções que permitem editarmos a geometria criada.

modelagem-modelagem-mesclar

Ao selecionar as opções Editar Topo ou Editar base é possível entrar novamente no modo de edição e corrigir ou até mesmo mudar completamente a forma, gerando um resultado completamente diferente da geometria criada.

Para editar a altura basta você selecionar a geometria. Com a geometria selecionada você tem duas opções: ir até as propriedades e alterar a altura no campo Restrições ou usar a alça de manipulação e alterar a altura visualmente.

modelagem-modelagem-mesclar

Diferente da ferramenta Extrusão, na ferramenta Mesclar não é possível criar furos (existem outros métodos para furar, mas vamos nos concentrar em como a ferramenta funciona).

modelagem-modelagem-mesclar

Um outro recurso dentro da ferramenta Mesclar é destinado a edição dos vértices. Selecione a geometria que foi criada e clique em editar topo ou base. Observe que no lodo de edição temos uma opção no painel Modo chamada Editar Vértices. Clique nesta opção.

modelagem-modelagem-mesclar

Agora temos uma nova aba que nos permite o controle dos vértices onde os campos mais interessantes são Girar à direita e Girar à Esquerda. Estas opções permitem “torcer” a nossa geometria ampliando o leque de possibilidades ainda mais.

modelagem-modelagem-mesclar

Já os botões de controle na base e controle no topo controlam como os vértices serão “torcidos” se estiverem ativados teremos uma maior restrição da “torção” da geometria.

modelagem-modelagem-mesclar

O jeito mais simples que encontrei de explicar este recurso é: considere que as novas faces criadas pela mescla são folhas de papel. Com os controles desconectados você consegue “curvar” a sua folha. Com os controles conectados é como se a face fosse uma placa, impedindo de ficar curvada.

Legal, mas o que dá pra fazer com essa ferramenta?

modelagem-modelagem-mesclar

MODELAGEM CORTINA SIMPLES

Crie um novo arquivo de Família e selecione o Template Mobiliário Métrico. Altere sua unidade para milímetros.

modelagem-modelagem-mesclar

No painel Criar clique na ferramenta Mesclar.

modelagem-modelagem-mesclar

Aqui vamos criar uma cortina com as seguintes dimensões 1,50m de largura e 2,30m de altura. Lembre-se que estamos trabalhando em milímetros.

Mas antes de começar precisamos preparar nosso espaço de trabalho, para isso vamos criar dois planos de referência para situar onde a cortina começa e onde a cortina termina. Vamos deixá-los espaçados a 750mm.

modelagem-modelagem-mesclar

Como estamos desenhando a base, geralmente é o ponto em que o tecido está mais “solto” então é preciso fazer uma ondulação maior do que a que faremos no topo. Para traçarmos a base da cortina utilize a ferramenta Spline, localizada na aba Modificar dentro do painel Desenhar.

modelagem-modelagem-mesclar

O desenho da cortina deve ser o mais suave e natural possível, por isso a ferramenta Spline é a mais indicada. Para quem não conhece a ferramenta Spline, ela exibe alças de manipulação, que permitem um controle muito mais suave na hora da edição.

modelagem-modelagem-mesclar

Você pode clicar e ir fazendo um zigue-zague e depois voltar ajustando para deixar o mais natural possível. Faça um desenho similar ao da imagem abaixo. Deixei a imagem também com as alças, para facilitar o entendimento.

modelagem-modelagem-mesclar

Após finalizar o desenho se você tentar alterar o modo de criação para Editar topo será exibido um alerta.

modelagem-modelagem-mesclar

Lembre-se que é necessário criar geometrias fechadas, por isso o alerta.

Mas minha cortinha é só um “paninho”, vou ter que colocar espessura?

Sim, e esse foi o motivo de trabalharmos com a unidade milímetros. Com a ferramenta Deslocamento (Offset), faça uma cópia paralela de 1mm, com isso a espessura será pequena o suficiente para não chamar a atenção e resolverá o problema da geometria fechada.

modelagem-modelagem-mesclar

Não se esqueça de fechar as extremidades utilizando a ferramenta linha.

modelagem-modelagem-mesclar

Finalizada esta etapa vamos para a próxima que é Modelar o trecho superior da cortina, para isso vá até a aba Modificar e localize a opção Editar Topo.

modelagem-modelagem-mesclar

Antes de começar a desenhar o trecho superior da cortina, vá até a aba Propriedades e em Segunda extremidade coloque o valor de 2300mm.

modelagem-modelagem-mesclar

Agora vamos a nossa área de trabalho. Observe que a geometria que acabamos de desenhar para a base está em cinza. Agora você deve utilizar novamente a ferramenta Spline para desenhar a parte superior da cortina. Aqui no topo podemos ondular mas de maneira menos intensa da que foi adotada para a base.

modelagem-modelagem-mesclar

Em seguida vamos repetir o processo de fazer uma cópia paralela utilizando a ferramenta Deslocamento (Offset) e depois fechar as extremidades com a ferramenta Linha.

modelagem-modelagem-mesclar

Agora você pode concluir a edição indo até a aba Modificar e dentro do painel Modo é só confirmar.

modelagem-modelagem-mesclar

Pronto! Pela vista 3D é possível ter uma noção melhor de com a cortina ficou.

modelagem-modelagem-mesclar

Se quiser dar uma incrementada, coloque um material de tecido na sua cortina, que ficará bem mais interessante. Para isso selecione a sua cortina e nas Propriedades localize o campo Materiais e Acabamentos.  Agora é só aplicar o material desejado.

modelagem-modelagem-mesclar

SEÇÃO EXTRA

Mas como eu configuro para redimensionar, para alterar cores quando eu inserir a família, etc?

Galera, uma coisa de cada vez. Essa publicação já ficou gigante e preciso do feedback de vocês para saber como proceder com as demais publicações. A proposta aqui é exclusivamente modelagem. Principalmente para quem não conhece nada de modelagem e criação de famílias.

tem maneiras melhores de se criar uma cortina? Possivelmente sim. Mas para apresentar uma aplicação prática da ferramenta Mesclar uma cortina cai muito bem.

Aos poucos você estará criando famílias incríveis e poderá parar de esmolar pedir famílias em grupos de facebook e para amigos. Na verdade vão pedir para você as suas famílias. rs!

Gostaram? Curtam nossa página! Facebook!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD!

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

LUIS ANDRÉ é Designer Industrial, Arquiteto e Ilustrador nas horas vagas. Graduado em Design Industrial, Arquitetura e Urbanismo e mestrando em BIM (Modelagem da Informação da Construção). Atua como arquiteto na construção civil e também é professor em um Centro de Treinamento Autorizado Autodesk (ATC).
Criou o blog para compartilhar conhecimento e aprimorar iniciantes ou profissionais quanto aos diversos recursos do AutoCAD, REVIT e SKETCHUP.

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *