Guia básico – Guarda-corpo

ESTRUTURA DO CORRIMÃO

A estrutura do corrimão corresponde as barras horizontais presentes no seu guarda-corpo e não necessariamente a outros corrimões. Tanto é que o seu guarda-corpo pode ter algumas barras horizontais ou nenhuma barra.

guia-básico-guarda-corpo

Para editar a estrutura selecione o guarda-corpo e em Propriedades clique em Editar Tipo.

guia-básico-guarda-corpo

Na janela Editar tipo localize a opção Estrutura do corrimão (não-contínua) e clique em Editar.

guia-básico-guarda-corpo

Clicando no botão Editar temos acesso a janela Editar corrimãos (não-contínuo).

guia-básico-guarda-corpo

Esta janela é bem simples, aqui você controla as barras horizontais do seu guarda-corpo (se o seu guarda-corpo não tem barras horizontais esta janela deve ficar vazia). Temos poucas opções, mas nem por isso elas deixam de serem importantes.

guia-básico-guarda-corpo

A organização aqui é por colunas, então vamos ter uma prévia do que é possível controlar aqui:

  • Nome: Coloque um nome de sua preferência para a barra horizontal.
  • Altura: Controle a altura da barra horizontal em relação ao nível onde o guarda-corpo foi inserido.
  • Deslocamento: Altere o deslocamento para a esquerda ou direita. O Valor zero indica que não há deslocamento.
  • Perfil: Escolha o perfil da barra horizontal conforme sua necessidade.
  • Material: Configure o material desejado para o seu perfil.

O mais interessante aqui são os controle individuais para cada uma das barras, isso da uma liberdade incrível na configuração do guarda-corpo. Na janela a esquerda conforme selecionamos as linhas das barras as mesmas aparecem selecionadas em azul, nos oferecendo uma prévia de como nosso guarda-corpo vai ficar.

guia-básico-guarda-corpo

Uma coisa que você deve ter percebido é que para usar perfis personalizados precisamos aprender a criá-los. Se quiser aprender a criar os seus próprios perfis veja a publicação que fiz sobre o assunto, basta clicar no link abaixo:

CRIAR PERFIL PERSONALIZADO – REVIT

A organização dos perfis é controlada pelo campo altura mas o ideal é colocá-los em sequência, para não deixar a família muito confusa. Para mudar a sequência das barras basta usar os botões Acima ou Abaixo. Também é possível Duplicar, o que poupa bastante tempo de trabalho.

guia-básico-guarda-corpo

Não esquecendo que também é possível incluir mais barras (botão Inserir) e remover barras (botão Excluir).

E um outro item muito importante no seu guarda-corpo é o balaustre. Temos um espaço de configuração dedicado a este item, vamos conhecer.

BALAÚSTRES – PADRÃO PRINCIPAL

Os balaustres correspondem a estrutura vertical do seu guarda-corpo.

guia-básico-guarda-corpo

Para editar a estrutura selecione o guarda-corpo e em Propriedades clique em Editar Tipo.

guia-básico-guarda-corpo

Na janela Editar tipo localize a opção Colocação do Balaustre e clique em Editar.

guia-básico-guarda-corpo

Clicando em Colocação do balaústre temos acessoa janela Editar colocação do balaústre.

guia-básico-guarda-corpo

Temos aqui duas áreas principais, sendo o Padrão Principal e o Pólos.

guia-básico-guarda-corpo

O Padrão Principal corresponde ao Balaústre intermediário. Imagine um guarda-corpo de 5 metros de comprimento com balaústres espaçados a 1 metro. Os balaústres ao centro correspondem ao Padrão Principal.

guia-básico-guarda-corpo

Já nos Pólos temos um sistema um pouco mais elaborado. Além da opção de definir o balaústre inicial e final podemos definir o balaústre de canto.

guia-básico-guarda-corpo

Isso é necessário porque temos diversas situações em que empregamos guarda-corpo. Por exemplo, em uma varanda pode ser que você não precise de balaústres inicial e final, já que o corrimão pode ser fixado diretamente na parede.

guia-básico-guarda-corpo

E além desta temos diversas outras possibilidades, não se esqueça que o guarda-corpo pode ser aplicado em outras situações como rampas e escadas. Pode parecer confuso no início essa quantidade de opções, porém são recursos importantes para que você possa criar qualquer tipo de guarda-corpo.

Vamos entender melhor cada um destes campos, a começar pelo Padrão Principal.

guia-básico-guarda-corpo

Os campos Nome e Família do balaústre não precisam de maiores apresentações, já a opção Base e Deslocamento da Base permitem o controle da parte Inferior do Balaústre. A opção Base limita o início do balaústre em relação a as barras horizontais de corrimão. Já a opção Deslocamento da base usa um valor fixo que você pode definir.

guia-básico-guarda-corpo

As opções Topo e Deslocamento do topo fazem a mesma coisa, obviamente de cima para baixo, lembrando que o campo Deslocamento do Topo deve receber valores negativos.

guia-básico-guarda-corpo

O campo Distância do Anterior corresponde ao espaçamento entre os balaústres. Perceba que é possível adicionar linhas, ou seja, adicionar balaústres que irão obedecer a sequência em que forem listados. Vou mostrar uma opção de configuração com dois balaústres para facilitar o entendimento.

guia-básico-guarda-corpo

A linha 2 corresponde a um balaustre sem alterações, que ficou com a distância Anterior de 0,40, ou seja, ele sempre será inserido entre outros dois balaústres, posicionado a 40cm de distância de cada lado. Já a linha 3 corresponde a um balaústre menor, que fica inserido entre os corrimãos 1 e 3, também respeitando os 40cm de intervalo entre cada balaústre.

Acho que isso já começa a lhe apresentar algumas possibilidades de aplicação. Por fim tempos o campo Deslocamento, que vai permitir que o balaústre seja deslocado para a esquerda ou direita em relação a linha de percurso do próprio guarda-corpo.

Ainda em Padrão principal temos alguns ajustes na parte inferior.

guia-básico-guarda-corpo

Pense que o guarda-corpo nem sempre será reto, tendo situações como curvas, desníveis e outras situações, então estes campos abaixo permitem controlar o padrão de comportamento e colocação dos balaústres automaticamente, sem a necessidade de ajustes manuais.

Já no primeiro campo temos Padrão de quebra em, que permite definir como os balaústres serão distribuídos ao logo do percurso do guarda-corpo conforme temos mudanças de percurso.

guia-básico-guarda-corpo

Por exemplo, imagine um guarda-corpo com balaustres espaçados a cada 80cm e o guarda-corpo faz uma curva de 45°. O guarda-corpo deve colocar um balaústre na quina dessa curva e reiniciar a colocação de balaústres ou deve ignorar a curva e seguir colocando balaústres a cada 80cm?

O campo Padrão de quebra em oferece três opções sendo:

  • Cada segmento final: Sempre que o percurso do guarda-corpo mudar um novo balaústre é inserido e a distribuição é reiniciada.
  • Ângulos maiores que: permite determinar uma “tolerância”, por exemplo, se a mudança de percurso for inferior a 45° não deve ser inserido um novo balaústre, já se a mudança de percurso for maior do que 45° um novo balaústre é inserido e a distribuição é reiniciada.
  • Nunca: Independente do percurso o padrão de distribuição é respeitado e as quinas são ignoradas.

Caso você selecione a opção Ângulos maiores que, é necessário indicar o valor no campo Ângulo.

guia básico guarda corpo 62

A opção Comprimento padrão é preenchida automaticamente, este valor é extraído do campo Distância do anterior. Se o guarda-corpo tiver mais de um balaústre os valores serão somados.

guia-básico-guarda-corpo

O campo Justificar controla como os balaústres serão distribuídos ao longo do caminho, permitindo escolher as opções: início, final, centro e Espalhar para caber.

guia-básico-guarda-corpo

A opção espalhar para caber vai usar o valor de Comprimento padrão (que é a somatória dos valores do campo Distância anterior) e a partir dele distribuir os balaústres. Tem seus prós e contras. A desvantagem é que cada guarda corpo fica com uma variação de espaçamento entre os balaústres, já a vantagem é evitar a colocação de balaústres em lugares ruins.

guia-básico-guarda-corpo

A opção Preenchimento do excesso é bem interessante. Os balaústres de um guarda-corpo não precisam ser necessariamente “postes”. Você também consegue inserir “painéis”, que são bem mais largos do que um balaustre convencional. Por exemplo, é muito comum encontrar painéis de vidro.

guia-básico-guarda-corpo

Quando as medidas são exatas é tudo lindo. Agora quando temos valores quebrados (algo muito comum), não é possível inserir o elemento de vidro, logo fica um espaço vazio.

guia-básico-guarda-corpo

O campo Preenchimento do excesso permite que você selecione um modelo de balaústre para “preencher” este espaço.

guia-básico-guarda-corpo

Um fator importante é que o campo Espaçamento deve ser preenchido, pois se você deixar ele com o valor zero, nenhum balaústre será inserido.

guia-básico-guarda-corpo

Com isso o espaço é prontamente preenchido.

guia-básico-guarda-corpo

E na próxima página vamos para a última parte da configuração do guarda-corpo.

2 comentários em “Guia básico – Guarda-corpo”

  1. Obrigado André! Suas explicações são as mais didáticas, facilitando nosso entendimento nessa ferramenta tão poderosa. A Autodesk bem que poderia lhe contratar para escrever os manuais de utilização dos softwares dela. Abraço.

    Responder

Deixe um comentário