REVITARQUITETURA, ESTRUTURA E SISTEMAS

Criar parede cortina com cobogó

Criar parede cortina com cobogó é um recurso que permite uma leque de combinações incríveis para o seu projeto! Aprenda agora!

Muito empregado em projetos de arquitetura e decoração os cobogós estão sempre na moda e em algum momento você vai precisar colocá-los em seu projeto, então antes que você passe por esse apuro que tal aprender como criá-los e configurá-los?

PAREDE CORTINA COM COBOGÓS

A primeira coisa que devemos fazer é escolher uma família de parede cortina, sendo que a mais recomendada é a Vidraça Externa.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Ao selecionar a cortina de vidro Vidraça externa clique em editar tipo e depois duplique e escolha o nome que preferir, no exemplo vou chamar de Parede cobogós.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Agora, não menos importante, você deve escolher o modelo de cobogó que deseja usar em seu projeto. Pesquisei e encontrei um modelo da Portobelo, Cobogó craft 4 26×26.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Analisando as dimensões do cobogó escolhido vemos que ele tem 26 x 26cm e mais 1cm de junta de assentamento (10mm) totalizando 27 x 27cm, então o recomendado é que sua parede tenha um valor múltiplo desta dimensão, para não termos problemas de “meio-cobogó” em algum ponto. No exemplo a parede criada tem 5,40 x 2,70m.

criar-parede-cortina-com-cobogó

A próxima etapa é a configuração da modulação dos eixos, para que cada “painel” seja exatamente do tamanho do cobogó que será criado, para isso selecione a parede, no campo de Propriedades clique em Editar Tipo e em Propriedades de tipo vamos alterar os campos de Eixo Vertical e Eixo horizontal, alterando o valor para 0,27.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Ao clicar em concluir já é possível visualizar sua parede tomando forma. Porém falta trocar os painéis de vidro por painéis de cobogós.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Porém, não temos o cobogó, afinal será um painel personalizado, logo precisamos criar uma nova família. Para isso clique no Menu de aplicação, selecione Novo e clique em Família.

criar-parede-cortina-com-cobogó

O arquivo de modelo a ser selecionado para a criação da família é o Painel de parede cortina métrico. Após selecionar pode clicar em Abrir.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Na área de trabalho da família, alguns cuidados devem ser tomados. Lembre-se que o arquivo está em milímetros, se preferir altere para a unidade que preferir, e devemos justar os planos de referência para a dimensão do cobogó que iremos criar. Colo queremos o cobogó “em pé” altere a vista de Elevação e escolha a opção Exterior.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Selecione um dos eixos verticais para que a cota temporária apareça e coloque o valor de 0.135, onde ao final teremos 0.27, já que as cotas são equidistantes.

GIF

Em seguida, vá até a aba Criar e selecione a ferramenta Plano de referência.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Crie mais dois planos de referência na horizontal espaçados a 0.135 do eixo central. No final teremos essa configuração (as cotas são só para que você possa conferir os valores).

criar-parede-cortina-com-cobogó

Agora precisamos de mais quatro linhas na parte interna que representarão o “rejunte”, onde o espaçamento será de 0.005m (5mm).

criar-parede-cortina-com-cobogó

Os planos de referência servirão como nosso “molde”, onde agora podemos construir o nosso cobogó. Para facilitar o processo podemos utilizar uma imagem como a que vou disponibilizar logo abaixo.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Salve a imagem em seu computador e no Revit vá até a aba Inserir, localize o painel Importar e clique na opção Imagem.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Você receberá um aviso informando que a imagem não será visível no projeto, ou seja deixá-la salva dentro da família ao finalizar a edição só deixará o arquivo mais pesado, sendo assim, ao finalizar o desenho nós vamos excluí-la.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Pode fechar a janela e inserir a imagem no seu projeto, onde vamos precisar redimensioná-la. Para isso clique na ferramenta Escala e em seguida devemos clicar em uma extremidade da figura e em seguida na outra extremidade, para por fim digitar o tamanho na qual queremos que a imagem fique, que é 0,26.

GIF

Ao finalizar mova a imagem e centralize da melhor maneira que puder. Não se preocupe se ficar um pouquinho fora, trabalhar com imagens acaba tendo esses probleminhas.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Agora mãos a obra, vamos utilizar a ferramenta de Extrusão para criar o cobogó. A mesma está localizada na aba Criar no painel Formas.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Após clicar na ferramenta você será direcionado para a aba Modificar|Criar extrusão, onde utilizaremos as ferramentas do painel Desenhar para modelar a forma do nosso cobogó.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Ao finalizar sua imagem basta concluir o modo de criação de extrusão.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Ao finalizar mude para a visualização 3D e já é possível visualizar o cobogó.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Observe que ele esta com uma espessura muito fina, no site da Portobelo temos a informação de que ele tem 85mm, mas para corrigir sua espessura precisamos nos preocupar com seu alinhamento, então mude para a vista para Planta de Piso – Nível de referência. Selecione o cobogó e altere os valores de extrusão no painel de Propriedades para Final da extrusão 0.0425 e Início da extrusão para -0.0425, totalizando os 0,085 de espessura total.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Agora o cobogó já tem a dimensão correta, pode conferir como ele ficou no 3D.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Para finalizar vamos criar o rejunte, onde você deve ir até a aba Criar e gerar uma nova extrusão.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Na vista Elevação – Externa, utilize as ferramentas do menu Desenhar e faça dois retângulos ao redor do cobogó, correspondentes ao rejunte.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Após confirmar, vá até a vista 3D e com o rejunte selecionado no painel de Propriedades coloque os valores para Final da extrusão 0.040 e Início da extrusão para -0.040, totalizando os 0,080 de espessura total, afinal queremos aquele “degrau” do rejunte.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Não se esqueça de deletar a imagem que utilizou para fazer o cobogó, além dela não aparecer só vai deixar o arquivo pesado de maneira desnecessária.

Para que seja possível selecionar um material para o cobogó é preciso que você atribua um parâmetro, para isso na vista 3D selecione os dois objetos (o cobogó e o rejunte). No painel de Propriedades você deve localizar o campo Material e clicar no “quadradinho” ao lado do campo <Por Categoria>.

criar-parede-cortina-com-cobogó

No campo Parâmetro de família associado clique no ícone de novo e na janela Propriedades de parâmetro coloque o nome Material, em seguida pode dar Ok.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Agora você deve salvar o arquivo, coloque o nome de cobogó para facilitar a identificação.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Após salvar a família clique em Carregar para o projeto e fechar, para que possamos concluir nossa parede de cobogós.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Ao retornar para o projeto selecione a parede cortina e clique em editar Tipo. Na janela de Propriedades de tipo localize o campo Construção na opção Painel de parede cortina altere para cobogó (que é a família que você acabou de criar).

criar-parede-cortina-com-cobogó

Sua parede de cobogós está pronta! Da trabalho mas vale a pena ter um projeto personalizado.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Agora basta você compor seu ambiente e mostrar o resultado para o seu cliente.

criar-parede-cortina-com-cobogó

Gostaram? Curtam nossa página! Facebook!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD!

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

LUIS ANDRÉ é Designer Industrial, Arquiteto e Ilustrador nas horas vagas. Graduado em Design Industrial, Arquitetura e Urbanismo e mestrando em BIM (Modelagem da Informação da Construção). Atua como arquiteto na construção civil e também é professor em um Centro de Treinamento Autorizado Autodesk (ATC).
Criou o blog para compartilhar conhecimento e aprimorar iniciantes ou profissionais quanto aos diversos recursos do AutoCAD, REVIT e SKETCHUP.

2 Comentários

  1. Carlos Filho
    3 de abril de 2017 at 12:10 — Responder

    Show !!!!
    Obrigado pelo ensinamento.

  2. TAINA NASCIMENTO DE ARAUJO
    2 de novembro de 2017 at 12:21 — Responder

    Muito bom!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *