ATALHOS NO REVIT

Atalhos no Revit oferecem um ganho de velocidade e até mesmo produtividade, poupando um tempo precioso, ativando instantaneamente diversas funcionalidades de forma rápida e prática. Aprenda agora!

ATALHOS DE TECLADO NO REVIT

O processo de desenvolvimento de um projeto implica no uso de uma quantidade expressiva de ferramentas que estão distribuídas pelos diversos painéis e janelas do Revit, sendo que algumas dessas ferramentas são utilizadas repetidas vezes.

Para poupar o tempo de ir até uma determinada aba, localizar o correto painel e finalmente acessar a ferramenta desejada, podemos usar os famosos atalhos de teclado no Revit. Apesar de ser um recurso muito prático, é importante tomar alguns cuidados que vamos conferir a seguir.

PORQUE USAR ATALHOS?

atalhos-no-revit

No decorrer do processo de modelagem de um projeto, algumas ferramentas são usadas repetidas vezes, e em alguns momentos quase até a exaustão, problema que pode ser evitado utilizando atalhos de teclado.

Os atalhos de teclado no Revit permitem o acesso a ferramenta de forma quase instantânea, poupando o trabalho de ir até o painel onde a ferramenta e encontra. Desta forma conhecer os atalhos das principais ferramentas do seu fluxo de trabalho oferece um ganho de tempo precioso!

Porém o uso de atalhos pode ser prejudicial em alguns momentos.

PORQUE NÃO USAR ATALHOS?

atalhos-no-revit

O uso de atalhos pode atrapalhar o aprendizado de novas ferramentas, pois além da necessidade de compreender o seu correto funcionamento, você tem que anotar ou memorizar o respectivo atalho.

Sem este atalho você não consegue acessar a ferramenta, e vai ter que procurar de aba em aba até encontrar a funcionalidade que precisa, então o que era uma “economia de tempo” se transforma em uma “perda de tempo”.

Então eu não devo usar atalhos?

Você pode e deve usar atalhos, mas antes disso você deve ter domínio da ferramenta, saber sua localização, principais configurações a ajustes. Se você ainda esta aprendendo sobre a ferramenta, evite os atalhos em um primeiro momento.

LISTA DE ATALHOS DO REVIT

atalhos-no-revit

Atalhos de teclado costumam utilizar uma ou mais letras e caracteres que sejam facilmente associados a ferramenta em questão, isso ajuda a assimilar o atalho de forma mais rápida.

No Revit não seria diferente, porém temos um detalhe importante, independente do idioma, os atalhos são abreviações dos nomes das ferramentas em inglês!

Por exemplo, para a ferramenta Parede, usamos o atalho WA, que corresponde as duas primeiras letras da palavra Wall (parede em inglês). Já para o comando Porta usamos o atalho DR, que corresponde a primeira e a última letra da palavra Door (Porta).

Mas assim fica confuso!

Na verdade a ideia é que independente do idioma utilizado, os atalhos sejam exatamente os mesmos, então se por acaso você tiver que usar o Revit em outro idioma os atalhos funcionarão normalmente, algo que achei bem prático.

Outra peculiaridade, os atalhos são sempre duas letras, que não necessariamente obedecem um padrão, se serem as iniciais do nome da ferramenta, como vimos no caso da palavra porta (Door = DR). Claro que temos algumas exceções.

A lista de atalhos é ampla e conta com os mais variados tipos de comandos que permitem ativar ferramentas específicas ou até mesmo ligar ou desligar alguma funcionalidade.

Para descobrir se uma ferramenta possui um atalho padrão, basta posicionar o mouse sobre a ferramenta que uma janela será exibida indicando o nome e entre parênteses o respectivo atalho.

atalhos-no-revit

Como a lista de atalhos do Revit é imensa, vou apresentar todos eles organizados por assunto, desta forma você pode conferir quais as ferramentas mais utilizadas no seu dia a dia e tomar nota.

ÁREA DE TRABALHO

atalhos-no-revit

A organização da área de trabalho é fundamental para o desenvolvimento de qualquer projeto, seja a posição das paletas de ferramentas ou mesmo os planos de trabalho. Sendo assim temos alguns atalhos para agilizar esta etapa do processo.

  • LL – (Nível) – Ativa a ferramenta nível (Somente em vistas de elevação ou cortes).
  • GR – (Eixo) – Ativa a ferramenta Eixos (Somente em vistas em planta).
  • RP – (Plano de referência) – Cria um plano de referência na vista (não é visível na vista 3D).
  • LI – (Linha do modelo) – Cria uma linha visível no 3D.
  • PP – (Propriedades) – Exibe/Oculta a paleta de propriedades (Atalho extra: Ctrl + 1 ou VP).
  • VR – (Faixa de Vista) – Abre a janela de faixa de vista.

NAVEGAÇÃO

atalhos-no-revit

Para visualizar corretamente o seu projeto podemos recorrer as ferramentas de zoom, que permitem a visualização em pequena ou grande escala, além de focar em determinadas regiões do projeto.

Uma dica importante para este conjunto de atalhos é que todos eles iniciam com a letra Z (de Zoom), facilitando assim a sua memorização.

  • ZE – (Zoom estendido) – Centraliza a vista exibindo todos elementos. (Atalho extra: ZF ou ZX).
  • ZA – (Zoom em todos) – Centraliza a visualização em múltiplas janelas.
  • ZO – (Afastar zoom) – Recua o zoom uma vez (Atalho extra: ZV).
  • ZP – (Zoom anterior) – Volta para o zoom anterior, similar a um “Ctrl + Z”(Atalho extra: ZC).
  • ZR – (Zoom na região) – Permite dar zoom em uma área a sua escolha (Atalho extra: ZZ).
  • ZS – (Zoom no tamanho da folha) – Aplica um zoom do tamanho da folha.

SNAPS

atalhos-no-revit

Os snaps são pontos de precisão, que permitem que você localize pontos específicos das geometrias, um recurso indispensável na etapa de modelagem do seu projeto.

Todos os atalhos para os snaps começam com a letra S (Snap), facilitando a sua memorização.

  • SC – (Centros) – Detecta o centro arcos e círculos.
  • SE – (Pontos finais) – Detecta as extremidades de uma geometria.
  • SI – (Intersecções) – Detecta a interseção entre geometrias.
  • SM – (Pontos centrais) – Detecta o ponto intermediário das geometrias.
  • SN – (Mais próximo) – Detecta qualquer ponto da geometria.
  • SO – (Snap desativado) – Desabilita por uma ação os Snaps.
  • SP – (Perpendicular) – Permite posicionar de forma perpendicular em relação a geometria.
  • SQ – (Quadrantes) – Detecta o quadrante de arcos ou círculos.
  • SR – (Snap para objetos remotos) – Detecta snaps que não estão próximos.
  • SS – (Desativar sobreposição) – Cancela a sobreposição de snaps.
  • ST – (Tangentes) – Detecta o ponto tangente da geometria.
  • SW – (Eixo do plano de trabalho) – Detecta o grid do plano de trabalho (quando visível).
  • SX – (Pontos) – Detecta pontos (topografia).
  • SZ – (Fechar) – Fecha o perímetro de um desenho (No modo de desenho).
  • PC – (Snap nos pontos de nuvens) – Detecta os pontos de um arquivo de nuvem de pontos.

Se quiser saber mais sobre os snaps vou deixar o link para um artigo onde explico em detalhes cada um deles:

USANDO OS ATALHOS DOS SNAPS

ANOTAÇÕES

atalhos-no-revit

Em qualquer projeto precisamos inserir uma série de anotações, entre cotas, textos e linhas de chamada e muitas outras. Logo nada mais justo do que conhecer seus principais atalhos.

  • DI – (Cota alinhada) – Ativa a ferramenta de cota alinhada.
  • EL – (Elevação de ponto) – Insere uma cota de elevação do ponto.
  • DL – (Linha de detalhe) – Ativa as ferramentas de desenho para criar linhas de detalhe.
  • TG – (Identificar por categoria) – Ativa o identificador por categoria.
  • TX – (Texto) – Ativa a ferramenta de texto.
  • FR – (Localizar/ Substituir) – Ativa a janela para localizar e substituir textos.
  • RM – (Ambiente) – Insere um ambiente em um espaço delimitado.
  • RT – (Identificar ambiente) – Insere um identificador de ambiente (Tag).

CONTROLE DE EXIBIÇÃO

atalhos-no-revit

A forma como os elementos do seu projeto são exibidos na vista pode ser alterada de diversas formas, onde você pode esconder temporária ou definitivamente, reexibir e até mesmo visualizar múltiplas vistas. Então vamos conferir seus principais atalhos.

EXIBIR E OCULTAR ELEMENTOS

  • HC – (Ocultar categoria) – Oculta temporariamente uma categoria de elementos.
  • HH – (Ocultar elemento) – Oculta temporariamente um elemento.
  • IC – (Isolar categoria) – Isola temporariamente uma categoria de elementos.
  • HI – (Isolar elemento) – Isola temporariamente um elemento.
  • HR – (Reinicializar ocultar/isolar temporário) – Desativa os modos ocultar e isolar temporário.
  • RH – (Alternar o modo revelar elementos ocultos)
  • EH – (Ocultar elemento na vista) – Oculta o elemento selecionado na vista.
  • VH – (Ocultar categoria na vista)Oculta a categoria do elemento selecionado na vista.
  • EU – (Desocultar elemento) – Reexibe o elemento (No modo Revelar elementos ocultos).
  • VU – (Desocultar categoria) – Reexibe a categoria de elementos (No modo Revelar elementos ocultos).

MODOS DE VISUALIZAÇÃO

  • WF – (Estrutura de arame) – Altera o modo de exibição para estrutura de arame.
  • HL – (Linha oculta) – Altera o modo de exibição para Linhas ocultas.
  • SD – (Sombreado com arestas) – Altera o modo de exibição para sombreado.
  • CX – (Revelar restrições) – Exibe em vermelho todas as restrições geométricas da vista.
  • WT – (Vistas lado a lado) – Exibe todas as vistas ativas lado a lado.
  • TW – (Vistas em guias) – Exibição padrão das vistas, em guias uma ao lado da outra.
  • LW – (Manipulação de estilos de linha) – Permite alterar a forma de exibição das linhas.
  • BX – (Caixa de seleção) – Cria uma caixa 3D ao redor da geometria ocultando o restante dos elementos do projeto.
  • CTRL + TAB (Alternar Guias) – Avança para a próxima guia.
  • CTRL + SHIFT + TAB (Alternar Guias) – Recua para a guia anterior.

SOBREPOSIÇÃO DE GRÁFICOS

  • GD – (Opções de exibição de gráficos) – Abre a janela Opções de exibição gráfica.
  • EOD – (Sobrepor gráficos) – Abre a janela Gráficos de elemento específico da vista.
  • EOH – (Alternar meio-tom) – Exibe o elemento selecionado em meio-tom.
  • VOH – (Alternar meio-tom) – Exibe a categoria do elemento selecionado em meio-tom.
  • TL – (Linhas finas) – Habilita/Desabilita o modo de exibição em linhas finas.
  • VG (Visibilidade/ Gráficos) Abre a janela de Visibilidade Sobreposição de gráficos (Atalho Extra: VV)

ARQUITETURA

atalhos-no-revit

A etapa de modelagem arquitetônica do Revit não iria ficar de fora, onde temos uma série de atalhos para as principais ferramentas. Vamos conferir as opções:

  • WA – (Parede Arquitetônica) – Ativa a ferramenta Parede.
  • DR – (Porta) – Ativa a ferramenta Porta.
  • WN – (Janela) – Ativa a ferramenta Janela.
  • CL – (Coluna / Pilar estrutural) – Ativa a ferramenta Coluna.
  • CM – (Inserir um componente) – Permite inserir um componente no projeto.
  • SB – (Piso Estrutural) – Ativa a ferramenta piso estrutural.
  • LI – (Linha do modelo) – Cria uma linha que existe no espaço 3D.

ESTRUTURA

atalhos-no-revit

Os elementos estruturais também podem ser ativados através de atalhos, permitindo maior velocidade no seu fluxo de trabalho.

  • RN – (Números de armadura) – Ativa a janela Números de armadura.
  • BM – (Viga) – Ativa a ferramenta Viga.
  • BR – (Contraventamento) – Ativa a ferramenta de contraventamento.
  • BS  – (Sistema de vigas) – Ativa a ferramenta sistema de vigas.
  • FT – (Fundação estrutural: parede) – Ativa a ferramenta de Fundação estrutural da parede.

AVAC

atalhos-no-revit

AVAC ou Aquecimento, Ventilação e Ar-Condicionado são os elementos que cuidam da climatização da edificação, garantindo o conforto térmico. As ferramentas desses sistemas também contam com alguns atalhos:

  • AT – (Terminal de ar) – Ativa a ferramenta para inserir um terminal de Ar.
  • CV – (Converter para duto flexível) – converte uma seção de duto rígido para duto flexível.
  • DA – (Acessório de duto) – Permite inserir acessórios de duto.
  • DF – (Conexão de duto) – Permite inserir conexões de duto.
  • DT – (Duto) – Ativa a ferramenta de criação de duto.
  • FD – (Duto flexível) – Permite desenha rum trecho de duto flexível.

ELÉTRICA

atalhos-no-revit

O Revit conta com um conjunto completo de ferramentas para projetos elétricos, onde suas principais ferramentas também podem ser acessadas através de atalhos.

  • CN – (Conduíte) – Ativa a ferramenta de criação de conduites.
  • CT – (Bandeja de cabos) – Ativa a ferramenta de criação de bandeja de cabos.
  • EE – (Equipamento elétrico) – Permite inserir equipamentos elétricos no projeto.
  • EW – (Fiação em arco) – Ativa a ferramenta de criação de fiação em arco.
  • LF – (Luminária) – Permite inserir luminárias no projeto.
  • NF – (Conexão do conduite) – Permite inserir conexões de conduite no projeto.
  • TF – (Conexão da bandeja de cabos) – Ativa a ferramenta de conexão da bandeja de cabos.

HIDRÁULICA

atalhos-no-revit

No Revit podemos desenvolver projetos hidrossanitários completos, que também permite que suas principais ferramentas sejam acessadas via atalhos.

  • FP – (Tubulação flexível) – Permite desenhar um tubo flexível.
  • PA – (Acessório da tubulação) – Permite inserir acessórios de tubulação no projeto.
  • PF – (Conexão da tubulação) – Permite inserir conexões de tubulação no projeto.
  • PI – (Tubo) – Ativa a ferramenta para inserir tubos.
  • PX – (Conexão de hidráulica) – Permite inserir conexões hidráulicas.
  • SK – (Sprinkler) – Permite inserir sprinklers na tubulação.
  • ME – (Equipamento mecânico) – Permite inserir um equipamento mecânico no projeto.

ANALISAR & COLABORAR

atalhos-no-revit

No Revit podemos realizar uma série de analises no projeto, além da possibilidade do trabalho colaborativo. Ambos os recursos contam com uma série de ferramentas, onde as principais podem ser acessadas via atalhos.

  • RA – (Redefinir modelo analítico) – Redefine o método de alinhamento do modelo analítico.
  • AA – (Ajustar modelo analítico) – Ativa o ajuste do modelo analítico.
  • LD – (Cargas) – Aplica cargas de pontos, linhas e áreas do modelo.
  • SZ – (Zona do sistema) – Cria uma zona de sistema para espaços analíticos.
  • PS – (Tabelas de  painéis) – Gera tabelas de painéis para um painel especificado.
  • DC – (Verificar os sistemas  de dutos) – Verifica os sistemas de dutos conectados.
  • EC – (Verificar circuitos) – Verifica os circuitos e exibe os erros em uma caixa diálogo.
  • PC – (Verificar os sistemas  de tubos) – Verifica os sistemas de tubulações conectados.

MODIFICAR

atalhos-no-revit

Sem dúvidas as ferramentas mais utilizadas no Revit por todos os profissionais são os modificadores, desta forma nada mais justo do que essas importantes ferramentas contarem com uma ampla lista de atalhos.

  • AL – (Alinhar) – Alinha os objetos.
  • AR – (Matriz) – Criar múltiplas cópias organizadas em linha ou arco.
  • CO – (Copiar) – Cria cópias dos objetos (Atalho extra: CC)
  • DE – (Excluir) – Exclui objetos.
  • DM – (Espelhar: desenhar eixo) – Cria uma cópia espelhada com base em um eixo desenhado.
  • MM – (Espelhar: selecionar eixo) – Cria uma cópia espelhada com base em um eixo existente.
  • MV – (Mover) – Move objetos.
  • OF – (Deslocamento) – Cria cópias deslocadas da geometria.
  • PN – (Fixar) – Fixa elementos.
  • UP – (Desafixar) – Desafixa elementos.
  • RE – (Escala) – Altera a escala dos objetos.
  • RO – (Rotacionar) – Rotaciona objetos.
  • SL – (Dividir elemento) – Divide um elemento.
  • TR – (Aparar/Estender para o canto) – Apara o estende linhas para os cantos.
  • CP – (Junta; Aplicar junta entre perfis) – adiciona uma junta entre perfis.
  • PT – (Pintura) – Permite pintar faces das geometrias.
  • RC – (Junta: Remover as juntas entre perfis) – Remove as juntas entre perfis.
  • SF – (Dividir face) – Divide uma face.
  • MA – (Igualar propriedades de tipo) – Copia as propriedades de um objeto e aplica em outro.
  • CS – (Criar similar) – Permite criar um objeto similar ao selecionado.
  • SA – (Selecionar todas instâncias) – Seleciona todas as instâncias do elemento na vista.

GRUPO

atalhos-no-revit

A ferramenta Grupo permite criar um conjunto de elementos de fácil reutilização, onde temos o atalho da ferramenta e atalhos de “contexto”, isto é, são atalhos que funcionam exclusivamente dentro do modo de edição ou criação de um grupo. Vamos conhecer as opções.

  • GP – (Grupo) – Permite criar um grupo.
  • EG – (Editar grupo) – Abre o modo de edição de um grupo.
  • LG – (Vínculo) – Converte o grupo em um arquivo vinculado.
  • UG – (Desagrupar) – Desfaz o grupo.
  • RA – (Restaurar todos os excluídos) – Restaura elementos excluídos de um grupo.
  • AD – (Anexar grupo de detalhes) – Anexa um grupo de detalhe (Modo de edição).
  • AP – (Adicionar no grupo) – Adiciona elementos ao grupo (Modo de Edição).
  • RG – (Remover do grupo) – Remove elementos do grupo (Modo de edição).
  • CG – (Cancelar) – Cancela a edição do grupo e finaliza.
  • FG – (Concluir) – Finaliza a edição do grupo.

CONFIGURAÇÕES GERAIS

atalhos-no-revit

Em qualquer projeto é comum a necessidade de se fazer uma série de configurações de projeto, que vão desde unidades até a padrões de cálculo. Vamos conhecer os atalhos para as principais opções.

  • BS – (MEP: Tipo de construção/espaço) – Abre a janela de Configurações de construção/espaço.
  • ES – (MEP: Configurações elétricas) – Abre a janela de configurações elétricas.
  • FS – (MEP: Configurações de fabricação) – Abre a janela de configurações de Fabricação.
  • MS – (MEP: Configurações mecânicas) – Abre a janela de configurações Mecânicas.
  • GL – (Parâmetros globais) – Abre a janela de parâmetros globais.
  • SU – (Configurações do sol) – Abre a janela de configuração do sol.
  • UN – (Unidades do projeto) – Abre a janela de unidades do projeto.

RENDERIZAÇÃO

atalhos-no-revit

Mesmo não sendo uma das melhores ferramentas, os recursos de renderização são bem úteis para a apresentação de projetos, permitindo uma melhor compreensão dos materiais e revestimentos escolhidos para o projeto. Vamos conhecer seus principais atalhos.

  • RR – (Renderizar) – Abre a janela de renderização.
  • RD – (Renderização no Cloud) – Abre a janela de renderização na nuvem.
  • RG – (Galeria de renderizações) – Acessa a galeria de renderizações na nuvem.
  • RY – (Ray Trace) – Habilita o modo de renderização em tempo real (Ray Trace).
    **Sim! O raytrace ainda funciona, apenas via atalhos!

TEXTO

atalhos-no-revit

As anotações de texto contam com atalhos de “contexto”, isto é, estes atalhos só funcionam quando estamos dentro de uma caixa de texto, fazendo a sua edição. Vamos conhecer as opções.

  • Ctrl+Q – (Fechar o Editor de texto) – Sai do modo de edição de texto.
  • Ctrl+= – (Subscrito) – O texto selecionado fica subscrito (texto na linha de base).
  • Ctrl+B – (Negrito) – O texto selecionado fica em negrito.
  • Ctrl+I – (Itálico) – O texto selecionado fica em itálico.
  • Ctrl+Shift+= – (Sobrescrito) – O texto selecionado fica sobrescrito (elevado a potência).
  • Ctrl+Shift+A – (Todas maiúsculas) – O texto selecionado fica todo em letra maiúscula.
  • Ctrl+U – (Sublinhado) – O texto selecionado fica Sublinhado.

ATALHOS PERSONALIZADOS

Todos os atalhos apresentados até aqui funcionam em qualquer versão do Revit, inclusive independente do idioma que foi instalado. Porém você pode criar sua própria lista de atalhos personalizados.

Para isso você deve ir até a aba Arquivo e clicar em Opções.

atalhos-no-revit

Na janela Opções você deve ir até a aba Interface do usuário e em Atalhos de teclado clicar em Personalizar.

atalhos-no-revit-

E é claro que esta janela não iria ficar sem atalho! Ao invés de fazer este percurso todo você pode pressionar KS.

atalhos-no-revit

Na janela de atalhos de teclado podemos alterar ou personalizar atalhos conforme a nossa necessidade. Logo no topo temos o campo Pesquisar , para localizar as ferramentas de forma mais rápida. Além da opção de fazer a busca por Filtro.

Em Atribuições temos três colunas, onde na Comando temos o nome da ferramenta, em Atalhos podemos atribuir um atalho a ferramenta e em Caminhos podemos identificar onde a ferramenta esta localizada.

atalhos-no-revit

Um recurso interessante que a ferramenta de atalhos oferece é Importar ou Exportar listas de atalho. Basicamente podemos salvar uma lista de atalhos personalizada e carregar em outro Revit, poupando o trabalho de configurar tudo manualmente.

atalhos-no-revit

COMO CRIAR UM ATALHO PERSONALIZADO NO REVIT

O processo de criação de um atalho personalizado é muito simples, o primeiro passo é localizar a ferramenta desejada. Para isso vou ao campo de Pesquisa e digito o nome da ferramenta. No meu caso quero um atalho para ativar o Navegador de Projetos.

atalhos-no-revit

Selecione a ferramenta desejada, e na parte inferior temos o campo Pressionar novas teclas, aqui você deve digitar as teclas que deseja usar para ativar a ferramenta selecionada. No meu caso vou colocar NN. Em seguida clique em Atribuir.

atalhos-no-revit

Pronto! Feito isso já é possível visualizar as letras no campo de atalho. Tente trabalhar com letras que lembrem facilmente a ferramenta. Eu costumo usar letras repetidas, assim deixo o comando mais fácil ainda de ser ativado.

atalhos-no-revit

CONCLUSÃO

Usar atalhos no Revit garante uma maior velocidade no seu fluxo de trabalho, agilizando a ativação de múltiplas ferramentas no decorrer do desenvolvimento do seu projeto.

Porém recomendo cautela no uso de atalhos. Tenha certeza de saber onde a ferramenta esta e também um bom domínio do recurso antes de se aventurar com o uso de atalhos.

Tem alguma dúvida sobre como trabalhar com atalhos ou alguma outra sugestão? 
Compartilhe sua dúvida, ela pode virar uma publicação exclusiva!

Gostou? Assine nossa Newsletter e seja avisado por e-mail quando saírem novas publicações!

Curtam nossa página! Facebook! E não esqueça de fazer uma avaliação da página!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD

Dúvidas? Comentem!

2 comentários em “ATALHOS NO REVIT”

Deixe um comentário