Array, aprenda a usar! PARTE III [Path Array]

Array Path, o filho mais novo da família Array. Sendo o caçula é o que leva a culpa de todas as reclamações dos profissionais, mas na verdade é um recurso muito eficiente! Vamos aprender a usar!

ARRAY PATH

O Array Path se assemelha muito com o Polar Array, mas ao invés de distribuir as cópias ao redor de um ponto central, as cópias acompanham um caminho (path).

Para ativar o comando vá para aba Home, painel Modify e clique em Path Array. Selecione o objeto que deseja criar as cópias em seguida devemos indicar o caminho.

array-path

Já na etapa inicial devemos tomar cuidado, pois ao indicar o caminho, devemos clicar na extremidade mais próxima ao objeto na qual criaremos múltiplas cópias.

Ao determinar o caminho serrão distribuídas cópias pelo caminho e a quantidade de cópias irá variar de acordo com o comprimento deste caminho. Agora vamos entender os painéis e suas configurações.

TYPE

array-path

Apenas indica o tipo de Array que foi ativado (no caso o Path).

ITEM

array-path

Aqui organizamos todos os itens em três campos:

  • Items– Quantidade de itens.
  • Between– Espaçamento entre os itens, com o valor representado em graus.
  • Total– Percurso percorrido pelas cópias.

Reparem que o campo itens e o total estão desabilitados. Essa função vem desabilitada devido a complexidade da distribuição das cópias em função do caminho escolhido, o que pode ocasionar a sobreposição de objetos. Para habilitar o campo basta clicar no ícone ao lado da opção Items.

array-path

Note que se reduzirmos a quantidade de itens os objetos não são redistribuídos e sim as últimas cópias que vão sendo eliminadas. O espaçamento dos itens é fixo.

array-path

Para alterar este espaçamento devemos recorrer a função Measure. Mas vamos explicar esta função mais adiante.

ROWS

array-path

Aqui organizamos a quantidade de linhas e temos apenas três campos:

  • Rows– Quantidade de linhas
  • Between– Espaçamento das linhas
  • Total– Espaçamento total das linhas

E observarmos temos um campo extra clicando na palavra Rows do painel.

array-polar

Increment – Atua diretamente no 3D. Por exemplo, Se colocarmos o valor de 1 em increment e definirmos que o comando Array irá criar 3 linhas de objetos copiados, cada linha ficara com a diferença de altura de 1 no eixo Z.

array-path

LEVELS

array-path

Aqui organizamos a quantidade de níveis no eixo Z, iremos criar.

Obviamente, este recurso é voltado para o uso 3D e temos os campos:

  • Levels– Quantidade de níveis
  • Between– Espaçamento de níveis
  • Total– Espaçamento total de níveis
array-path

PROPERTIES

array-path

Aqui vamos notar as principais diferenças em relação aos outros tipos de Array (Rectangular e Polar). Temos seis campos sendo:

Associative – Esta função, quando ativada, permite que após a finalização do comando Array (Clicando em Close Array) seja possível voltarmos ao painel de Array para efetuarmos ajustes ou revisões do comando.

Para conseguir isso basta selecionar qualquer um dos objetos que faça parte do Array e a Aba é aberta novamente, porém com algumas alterações que veremos mais a frente.

Base Point – Ao ativarmos o comando Array, o AutoCAD insere um grip (quadradinho azul) no objeto que usamos como base para gerar o Array.Tangent direction

Measure – Este campo cuida da distribuição dos objetos pelo caminho. Temos duas opções:

  • Divide: Redistribui os objetos pelo caminho em função da quantidade. Quanto menos objetos, mais espaço entre eles teremos.
  • Measure: Preserva o espaçamento entre os objetos, onde quando alteramos a quantidade de itens os mesmos não preenchem todo o caminho.
array-path

Align Items – Quando ativado, os objetos são rotacionados para alinhar-se ao caminho. Quando desativado os objetos percorrem o caminho, porém sua posição original é preservada.

array-path

Z Direction – Esta função só é percebida no 3D. Se o caminho (path) tiver um percurso em Z (uma espiral por exemplo). Quando ativado a posição original do objeto é mantida. Quando desativado, o objeto ficará inclinado em relação ao caminho percorrido no eixo Z.

array-path

EDITAR UM ARRAY

Assim como no Rectangular e Polar Array é possível editar um Array Path que foi criado previamente (contanto que a opção Associative tenha ficado ativada). Não deixe de reparar nas diferenças entre as abas Array creation e Array.

array-path

Na aba Array é acrescentado o painel Options. Vamos entender todas as opções disponíveis.

Edit Source –  Permite fazer alterações no objeto original sem ter que desfazer o Array. Para isso clique na opção Edit Source e clique em qualquer um dos objetos copiados, feito isso irá aparecer uma mensagem pedindo autorização para a alteração. Clique em Ok.

array-retangular

Agora você esta no modo de edição. Aqui é possível alterar, incluir ou remover qualquer item pertencente ao objeto do Array, note que os demais itens não podem ser editados.

array-path

Ao finalizar é necessário salvar ou descartar as alterações, note que um novo painel é incluído na aba.

array-retangular

Replace Item – Permite colocar itens diferentes no Array ou substituir todos os objetos.

Por exemplo, digamos que o Array com uma distribuição de árvores, porém, de maneira intercalada, serão colocados alguns arbustos. É possível criar este tipo de distribuição.

Para isso precisamos de um arbusto como referência.

Selecione o Array e clique em Replace item. Após isso selecione o objeto que irá incluir neste Array (neste caso o arbusto), após isso será solicitado base point do novo objeto.

Nesta etapa temos que tomar cuidado por que quando a substituição for realizada este novo ponto de base será colocado no mesmo ponto de base na qual o Array atual esta configurado.

array-path

Agora clique nos objetos que deseja substituir. Prático não?

Reset Array – Desfaz as alterações feitas por este painel, voltando ao que era antes.

DESFAZER O ARRAY

Certo, mas e se eu não quiser mais o Array? Simples, basta utilizar o comando Explode. Pronto Array finalizado. Mas tome cuidado porque agora os objetos são independentes e caso precise alterar novamente não há muito o que fazer.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Esta “nova” versão do Array é na verdade muito mais eficiente do que a versão anterior e o que assusta os profissionais é a quantidade de possibilidades de configuração.

Mas não se assuste, lembre-se que raramente você utilizará todas as opções e sempre que precisar pode nos fazer uma visita aqui no site para aprender um pouco mais!

Em breve vou mostrar as última opção de Array (Path). Mas isso é assunto para outra publicação.

Gostaram? Curtam nossa página! Facebook!

Dúvidas? Comentem!

1 comentário em “Array, aprenda a usar! PARTE III [Path Array]”

Deixe um comentário