AUTOCADORGANIZAÇÃO

Trabalhar com referências externas – XREF

Trabalhar com referências externas – XREF no AutoCAD possibilita integrar vários profissionais em um mesmo projeto, reduzindo o peso dos arquivos e problemas de comunicação. Aprenda agora!

Uma das maiores reclamações dos profissionais que usam AutoCAD é o fato de arquivos grandes deixarem o programa lento, travando e dando um Fatal Error atrás do outro. Se isso acontece com projetos residenciais ou de pequeno porte, imagine projetos executivos de grandes empreendimentos imobiliários, shopping centers ou estádios. Só de pensar já da arrepios!

trabalhar-com-referencias-externas
.                                                             Projeto Castro Mello – Brasilia National Stadium

Nestes casos a solução é trabalhar com referências externas, de maneira que o seu projeto fique dividido em arquivos diferentes, porém sendo possível visualizar os arquivos, ou melhor dizendo, referências externas dentro do seu arquivo atual. Este processo tem diversos benefícios, onde vamos entende-los mais adiante.

Como exemplo vou utilizar três arquivos, sendo arquitetura, elétrica e hidráulica. Vamos supor que cada arquivo está sendo desenvolvido por um profissional diferente, onde você é o responsável pelo projeto de arquitetura.

Para que você possa acompanhar o desenvolvimento dos projetos de elétrica e hidráulica você teria que copiar o conteúdo destes projetos para dentro do projeto de arquitetura, o que deixaria seu projeto sobrecarregado de informação, confuso e muito pesado. Fora que quando o projeto de elétrica ou hidráulica fosse atualizado como você faria? copiaria só a atualização? Trabalhoso não e?

Vamos aprender a solucionar este problema.

INSERINDO UM ARQUIVOS XREF

Com o Arquivo de Arquitetura aberto devemos referenciar os arquivos de elétrica e hidráulica. Para isso vá até a aba Insert e dentro do painel Reference. Aqui para permitir um melhor gerenciamento dos arquivos vamos clicar na setinha no canto inferior direito (ou digite xref e pressione Enter).

trabalhar-com-referencias-externas

Ao clicar na setinha, será exibida a tool palette External Reference (referência externa). Aqui é pissíel gerenciar todas as referencias externas do seu projeto. Vamos adicionar um arquivo de cada vez, onde o primeiro será o de elétrica. Para isso clique no botão Attach DWG.

trabalhar-com-referencias-externas

Localizando o arquivo desejado, no exemplo o de elétrica, basta clicar em OK. Fazendo isso será exibida outra janela, a Attach External Reference, onde podemos configurar como a referência externa irá se comportar. repare que parte das configurações são similares a janela de inserir blocos. Mas temos um campo que devemos olhar com atenção, o Reference Type onde podemos escolher entre duas opções: Attachment ou Overlay.

trabalhar-com-referencias-externas

Qual a diferença entre elas? Simples, imagine que a pessoa que está desenvolvendo o projeto de elétrica colocou o seu arquivo de arquitetura como referência. Quando você referenciar o arquivo de elétrica o de arquitetura virá junto, o que na prática não faz muito sentido, porque você já tem o projeto de arquitetura. Essa situação pode gerar referências cruzadas, então o recomendado é o uso do Overlay. Para todos os outros casos, o Attachment e o mais recomendado, então pode clicar em Ok.

Observe que o processo de inserir a referência é similar a inserir um bloco, onde o cuidado que teremos é de sobrepor o arquivo de elétrica sobre o de Arquitetura.

Agora a janela External Reference passa a exibir no campo File Reference dois arquivos, o Arquitetura que está marcado na coluna Type com Current (Atual) e o arquivo Elétrica que esta marcado como Attach (Anexado).

trabalhar-com-referencias-externas

Agora que o arquivo foi inserido vamos entender o que podemos fazer e quais benefícios de se trabalhar com XREF.

TRABALHANDO COM REFERÊNCIAS EXTERNAS

Você deve ter notado que o arquivo externo se comporta como um bloco, onde não podemos, em primeiro momento, fazer edições.

Então não é mais fácil transformar o arquivo de elétrica em bloco e inserir no de arquitetura??

Se fizermos isso o “bloco de elétrica” irá deixar seu arquivo pesado e trazer um monte de camadas em definitivo. quando inserimos o arquivo como referência externa, quando esta referência for removida todas suas camadas vão embora junto, sem deixar vestígio. Outra coisa a se observar são as camadas (layers).

O projeto de Arquitetura tem suas camadas e consequentemente o de elétrica também. Como eu vou saber qual camada pertence a qual arquivo? Não se preocupe que o AutoCAD se encarregou de organizar isso para você. Observe que na caixa de Layers as camadas correspondentes ao arquivo de elétrica tem um tom acinzentado e o nome do arquivo de origem antes do nome da camada.

trabalhar-com-referencias-externas

Isso facilita muito,além de identificar rapidamente qual camada pertence a cada arquivo, você pode congelar ou ocultar camadas do arquivo referenciado.

Outra coisa que facilita a identificação do arquivo referenciado o efeito de transparência, onde o arquivo de elétrica tem um tom mais claro que o arquivo de hidráulica. Caso precise, é possível controlar o efeito de transparência, para isso basta ir até a aba Insert, no painel Reference cliqque na parte inferior para expandir o painel e você terá acesso ao campo Xref Fading.

Aqui você pode controlar a intensidade de esmaecimento das referências que foram anexadas ao seu arquivo.

trabalhar-com-referencias-externas

A proposta de pegar um arquivo de elétrica foi para mostrar como é possível fazer uma rápida e precisa conferência dos pontos de elétrica em relação ao projeto de arquitetura. Fazer essa conferência no papel é um completo pesadelo.

trabalhar-com-referencias-externas

E agora vem a parte mais legal. O arquivo de elétrica está sendo apenas visualizado dentro do arquivo de Arquitetura, ou seja, o “peso” do arquivo não é contabilizado, permitindo um projeto extremamente leve, evitando eventuais travamentos e Fatal errors. Observe na janela External Reference. Na coluna Size temos o tamanho do arquivo atual e da referência anexada.

trabalhar-com-referencias-externas

Se somados teríamos 496 KB. Porém ao salvar o arquivo de Arquitetura com o arquivo de Elétrica anexado o seu tamanho total ficou com 336 KB. um acréscimo de 1 KB. Imagine as possibilidades, onde se você tiver um projeto de 30 MB e separe ele em arquivos por disciplinas (hidráulica, elétrica, forro, layout, etc) poderá passar a trabalhar com um arquivo de 5 ou 6 MB e anda assim utilizando o conteúdo completo!

E de acordo com a disciplina que você estiver trabalhando as demais podem ser ocultas da visualização, para isso basta ir até a janela de External Reference e clicar com o botão direito no arquivo anexado.

trabalhar-com-referencias-externas

Temos quatro campos importantes aqui onde vamos entender o que cada um faz.

Unload: A referência continua anexada ao arquivo, porém não é visualizada na área de trabalho.

trabalhar-com-referencias-externas

Reload: A referencia anexada volta a ser visualizada.

trabalhar-com-referencias-externas

Detach: Remove em definitivo a referência.

trabalhar-com-referencias-externas

Bind: O arquivo referenciado é incorporado ao arquivo atual, na forma de bloco. Ao selecionar esta opção será exibida a janela Bind Xrefs/DGN underlays com duas opções: Bind e Insert.

trabalhar-com-referencias-externas

A diferença é a forma na qual as camadas vão se comportar. Na opção Bind as camadas ficarão da mesma forma que estavam quando o arquivo era uma referência externa, como o nome do arquivo original na frente. Já na opção Insert as camadas serão incorporadas ao arquivo, sendo organizadas em ordem alfabética.

trabalhar-com-referencias-externas

Eu particularmente não incorporo a referência, isso deixa o arquivo muito pesado e a ideia aqui é reduzir o tamanho do arquivo.

Continuando com as vantagens, temos outra bem interessante que se baseia no fato do arquivo anexado como referência estar sendo apenas visualizado, o que permite que outra pessoa continue trabalhando nele, por isso que o processo de trabalhar com arquivos referenciados permite que várias pessoas trabalhem em um mesmo projeto, já que cada disciplina pode ser desenvolvida separadamente e exibida em conjunto.

Mas e quando o responsável do projeto de Elétrica alterar o projeto dele? Como que eu vou saber?

Toda vez que um arquivo de referência externa tiver suas alterações salvas, irá aparecer um balão de alerta na lateral inferior direita da tela, onde basta clicar no texto em azul (nome do arquivo atualizado) para que as alterações realizadas sejam exibidas no seu projeto também.

trabalhar-com-referencias-externas

As vezes acontece deste balão não aparecer, mas não se preocupe, pois você pode atualizar manualmente, para isso basta ir até a janela de referência externa, selecionar o arquivo que deseja atualizar e clicar no botão Refresh.

trabalhar-com-referencias-externas

Percebeu como este processo de trabalho é prático, leve e seguro? Por incrível que pareça apesar de todo esse leque de vantagens são poucos os profissionais que se aventuram e trabalhar com arquivos referenciados, muito provavelmente por achar difícil entender o seu funcionamento. Acredito que agora você já deve ter percebido que é bem simples!

Gostaram? Curtam nossa página! Facebook!

Participem do nosso grupo! Grupo Facebook!

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

LUIS ANDRÉ é Designer Industrial, Arquiteto e Ilustrador nas horas vagas. Graduado em Design Industrial, Arquitetura e Urbanismo e mestrando em BIM (Modelagem da Informação da Construção). Atua como arquiteto na construção civil e também é professor em um Centro de Treinamento Autorizado Autodesk (ATC).
Criou o blog para compartilhar conhecimento e aprimorar iniciantes ou profissionais quanto aos diversos recursos do AutoCAD, REVIT e SKETCHUP.

1 Comentários

  1. José Ovídio dos Santos Filho
    19 de janeiro de 2017 at 10:51 — Responder

    Gostei muito, a melhor explicação que já obtive sobre referências externas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *