CURSOR 3D – BLENDER

O cursor 3D no Blender é um ponto de referência que pode ser posicionado em qualquer lugar do espaço de trabalho, oferecendo grande precisão quando usado junto com outras ferramentas, sendo fundamental saber como posicioná-lo corretamente.

Se você quer saber como trabalhar com o cursor 3D, este artigo é para você! Aprenda agora!

O cursor 3D é um recurso exclusivo do Blender, então se você já usou outros softwares 3D vai achar ele estranho em um primeiro momento, mas depois de entender como ele funciona, vai perceber como o seu fluxo de trabalho pode ficar mais rápido e preciso.

blender-cursor-3D

Ao iniciar um novo arquivo, o cursor 3D esta localizado no World Origin, que nada mais é do que a coordenada 0,0,0 ou, coordenada absoluta do Blender. Essa informação pode ser conferida na Sidebar (Menu lateral Direito), no campo View.

blender-cursor-3D

Quando inserimos novos objetos no nosso arquivo, o Blender usa o cursor 3D como “ponto de ancoragem”.

Como assim?

Todo objeto que é inserido no Blender possui um ponto de Origem, que determina onde o objeto esta localizado no espaço 3D. Este ponto pode ser facilmente identificado ao selecionar o objeto, onde um pequeno ponto amarelo é exibido.

blender-cursor-3D

Ao inserir qualquer objeto no seu projeto, o Blender “encaixa” o ponto de origem no cursor 3D.

blender-cursor

Acredito que a maneira mais simples de entender o cursor 3D é pensar nele como o cursor em um editor de texto (por exemplo, o word), onde precisamos posicionar o cursor na linha onde desejamos escrever o nosso texto.

Certo, mas como eu reposiciono o Cursor 3D?

EDITAR CURSOR 3D

Para alterar a posição do cursor 3D, temos uma série de opções, sendo que a primeira delas é no menu Toolbar, que fica na lateral esquerda da área de trabalho (Atalho: T).

blender-cursor

Clicando no botão Cursor 3D, basta clicar em qualquer lugar da tela que o cursor é imediatamente reposicionado.

blender-cursor-3D

ATALHO – Para reposicionar o cursor 3D basta manter a tecla Shift pressionada e clicar com o botão direito.

Quando ativamos a ferramenta cursor 3D, algumas opções são habilitadas na parte superior esquerda da tela, que permitem personalizar algumas funcionalidades.

blender-cursor-3D

SURFACE PROJECT

O primeiro campo que temos é o Surface Project, que permite que o cursor 3D seja reposicionado em qualquer superfície 3D.

blender-cursor-3D

Para uma melhor precisão, recomendo que use os Snaps, assim você pode escolher um local específico da geometria para reposicionar o cursor 3D.

blender-cursor-3D

Se quiser saber mais sobre a ferramenta snap, veja uma publicação que fiz explicando todas as funcionalidades, basta clicar no link abaixo:

SNAPPING NO BLENDER

ORIENTATION

O cursor 3D também é um elemento 3D, você pode conferir isso olhando de perto e girando, assim vai perceber que temos, além do círculo listrado de branco e vermelho, os eixo X, Y e Z.

blender-cursor-3D

Dessa forma, o campo Orientation permite definir a orientação do Cursor 3D, alterando como esses eixos são posicionados, onde temos quatro opções:

  • None: Não altera a orientação;
  • View: O cursor é alinhado em relação a vista atual da sua tela;
  • Transform: O cursor é alinhado em relação ao Transformation Orientation, que controla os eixos quando usamos as ferramentas mover, copiar e rotacionar;
  • Geometry: O cursor é alinhado em relação a face da geometria.

Apesar de soar confuso em um primeiro momento, permite definir com precisão como os objetos se relacionam, por exemplo, podemos inserir um cilindro em uma face inclinada e depois definir para que o cilindro fique perpendicular em relação a face.

blender-cursor-3D

Essa é apenas uma das diversas possibilidades que temos, que apesar de serem situações bem específicas, é bom saber que é possível solucionar estes pequenos problemas de forma rápida e prática.

ALINHAR ORIENTAÇÃO DA VISTA AO CURSOR 3D

Além de utilizar o cursor 3D como ponto de referência para inserir objetos em planos inclinados, é possível alterar a orientação da vista 3D. Para isso você deve ir na parte superior da área de trabalho no campo Transformation Orientation.

blender-cursor-3D

Observe que a configuração padrão é Global, onde o Gizmo as ferramentas de transformação (Move, Rotate e Scale) estão alinhados em relação ao plano cartesiano do Blender.

blender-cursor-3D

Dentro de Transform Orientation, temos uma opção chamada Cursor, selecione esta opção para que as ferramentas de transformação fiquem alinhadas em relação ao Cursor 3D.

blender-cursor-3D

Com essa alteração é possível transformar os objetos respeitando o alinhamento do cursor 3D.

blender-cursor-3D

MOVER OBJETOS USANDO O CURSOR 3D

O cursor 3D também é uma ótima ferramenta quando precisamos que os objetos interajam um com os outros, onde para isso basta selecionar o objeto que será movido e no menu superior, clicar na aba Object e no campo Snap escolher uma das opções disponíveis.

blender-cursor-3D

ATALHO – Você pode ativar o menu chave pressionando SHIFT + S.

blender-cursor-3D

Vamos entender as opções disponíveis aqui.

SELECTION TO GRID

A opção Selection to grid move o objeto selecionado para o ponto do grid (a malha quadriculada) que estiver mais próximo.

blender-cursor-3D

Recomendo que ao utilizar este comando, trabalhe com vistas ortogonais (frontal, superior ou lateral).

SELECTION TO CURSOR

A opção Selection to cursor, move o objeto selecionado para a posição onde o cursor 3D está, usando o ponto de origem para “encaixar”. Se mais de um objeto for selecionado, todos osobjetos são movidos para o mesmo lugar, ficando sobrepostos.

blender-cursor-3D

SELECTION TO CURSOR (KEEP OFFSET)

A opção Selection to cursor (Keep Offset), move o objeto selecionado para a posição do cursor 3D, porém sua diferença se dá quando temos múltiplos objetos 3D selecionados, onde todos eles são movidos para a posição do cursor 3D, porém a distância entre si é respeitada.

blender-cursor-3D

SELECTION TO ACTIVE

A opção Selection to active usa a origem do objeto ativo.

Mas o que é essa origem ativa?

O elemento ativo pode ser um objeto, vértice, aresta ou face. Ele é o último objeto selecionado, sendo exibido em laranja quando estamos trabalhando em Object mode ou em branco quando estamos no Edit mode.

blender-cursor-3D

É possível trocar o elemento ativo clicando novamente sobre outro objeto (vértice, aresta e face também).

Desta forma, com a ferramenta Selection to Active move todos os objetos selecionados para o elemento de origem que estiver ativo.

blender-cursor-3D

CURSOR TO SELECTED

A opção Cursor to Selected move o cursor 3D para o objeto que está selecionado, usando como base a origem do objeto.

blender-cursor

CURSOR TO WORLD ORIGIN

Em Cursor to World Origin, temos a oportunidade de “resetar” o cursor, fazendo com que ele volte para a coordendada 0,0,0 do Blender, ou seja, a posição original do cursor 3D.

blender-cursor-3D

CURSOR TO GRID

A opção Cursor to Grid, move o Cursor 3D para o ponto do grid (a malha quadriculada) que estiver mais próximo.

blender-cursor-3D

Recomendo que ao utilizar este comando, trabalhe com vistas ortogonais (frontal, superior ou lateral).

CURSOR TO ACTIVE

A opção Cursor to Active move o Cursor 3D para o objeto que estiver selecionado ou em caso de múltiplos objetos para a origem do objeto ativo.

blender-cursor-3D

Além deste leque variado de opções, podemos fazer combinações fazendo com que as possibilidades sejam quase infinitas!

USAR O CURSOR 3D COMO PIVÔ DE ROTAÇÃO

Quando usamos a ferramenta Rotate (Rotacionar), por padrão o giro é realizado com base no ponto de origem do objeto, de forma que o objeto gira ao redor de si mesmo.

blender-cursor-3D

Mas em alguns casos precisamos que o pivô (ponto de giro) seja posicionado em outro local.

O Blender até permite que você altere a localização do ponto de origem do objeto, mas em alguns casos você precisa mover o ponto de giro para outra localização, efetuar a rotação e mover o ponto de giro para o local anterior, um baita trabalho.

Para evitar essa trabalheira, podemos usar o Cursor 3D como ponto de giro, que precisa que o Transform Pivot localiza no no menu superior), seja alterado para 3D Cursor.

blender-cursor-3D

O processo é simples, posicione o Cursor 3D no local desejado e no campo Transform Pivot Point para 3D cursor.

blender-cursor-3D

Desta forma a rotação é realizada sem afetar o ponto de origem do objeto.

FIXAR ROTAÇÃO DA VISTA NO CURSOR 3D

Quando usamos o comando orbitar (mantendo o botão de rolagem do mouse pressionado), a rotação da vista, conseguimos girar o espaço 3D em torno de um ponto fixo no espaço.

blender-cursor-3D

Este ponto muda de acordo com o enquadramento da vista, posição que o mouse esta quando ativamos a função orbitar, entre outros fatores. Porém podemos fixar este ponto no cursor 3D, que pode facilitar a visualização dos objetos da sua cena de acordo com o contexto do seu projeto.

Para definir um ponto de rotação fixo, basta posicionar o Cursor 3D na localização desejada e no menu Sidebar (menu lateral a direita, atalho: N) e no campo View marque a opção Lock – To 3D cursor.

blender-cursor-3D

Com isso temos um giro “controlado” da vista, focando em uma determinada área do projeto.

blender-cursor-3D

CONCLUSÃO

O cursor 3D no Blender pode parecer uma ferramenta simples e até mesmo dispensável, porém quando você entende todas as suas funcionalidades percebe que ele é um importante aliado na modelagem dos seus projetos!

Tem alguma dúvida no processo trabalho com Cursor 3D u alguma outra sugestão? Compartilhe sua dúvida, ela pode virar uma publicação exclusiva!

Gostou? Assine nossa Newsletter e seja avisado por e-mail quando saírem novas publicações!

Curtam nossa página! Facebook! E não esqueça de fazer uma avaliação da página!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD

Dúvidas? Comentem!

Deixe um comentário