DESENHO E EDIÇÃOREVIT

Ferramentas de seleção – Revit

Ferramentas de seleção de objetos dentro do Revit são um recurso muito eficiente que poucos profissionais dão a devida importância. Aprenda como tirar maior proveito dessa ferramenta!

Quando falamos de selecionar objetos dentro do Revit pouca gente dá importância para estas ferramentas, afinal  basta clicar no objeto desejado e fazer as edições necessárias. Mas não se engane, existem configurações muito simples que podem proporcionar  um ganho significativo na velocidade de trabalho ou mesmo evitar pequenos aborrecimentos.

Se você olhar com atenção o painel Selecionar é o primeiro painel que temos no menu superior e é a única ferramenta fixa, ou seja, independente da aba que você escolher a ferramenta permanece como a primeira opção de trabalho.

ferramentas-de-seleção

Isso já demonstra a importância da ferramenta. Mas a ideia aqui é apresentar o que pode otimizado, para isso vamos observar que temos uma seta logo ao lado do nome do painel. Clicando sobre ela temos acesso a um pequeno menu de opções.

ferramentas-de-seleção

Observe que todos os campos estão ativados, ou seja, por padrão o Revit seleciona “qualquer coisa”. Isso não é exatamente um problema, é bem prático na verdade, mas pode gerar alguns pequenos problemas dependendo do fluxo de trabalho ou do projeto que estiver sendo desenvolvido.

Um outro ponto interessante é que essas mesmas ferramentas podem ser acessadas via Barra de Status, bem no final da barra.

ferramentas-de-seleção

Estes botões correspondem exatamente as opções disponíveis no campo Selecionar, tanto é que tanto faz o caminho escolhido, ao desmarcar qualquer uma das opções, o botão correspondente também é desabilitado. Abaixo um comparativo da opção e seu respectivo botão.

ferramentas-de-seleção

Certo, mas o que cada opção controla? Bom, vamos analisar cada uma delas e em que momento vale a pena ativar ou desativar este recurso.

SELECIONAR VÍNCULOS

Acho que a primeira dúvida aqui é justamente entender “o que é um vínculo?”. O Revit permite que o desenvolvimento de um projeto de uma edificação não tenha que necessariamente ser todo desenvolvido em um único arquivo, desta forma podemos organizar as disciplinas em diferentes arquivos, o que proporciona além de uma melhor organização arquivos mais leves.

ferramentas-de-seleção

Também é possível vincular arquivos com extensões diferentes, como arquivos AutoCAD (dwg), IFC, Nuvem de pontos (RCP, RCS), entre outros formatos. Um arquivo vinculado não pode ser modificado, o que é excelente, desta forma você tem a informação compartilhada, porém somente o proprietário pode efetuar revisões/modificações.

Apesar da impossibilidade de modificação de um arquivo vinculado, ainda é possível movê-lo, o que pode ser péssimo, principalmente quando trabalhamos com coordenadas compartilhadas. Uma solução para isso é usar a ferramenta Fixar (aquele alfinete) ou uma boa opção é desabilitar o campo Selecionar vínculo, que impede que o arquivo vinculado sofra qualquer alteração.

ferramentas-de-seleção

SELECIONAR ELEMENTO DE SUBJACÊNCIA

Subjacência é um recurso muito prático dentro do Revit. Quando trabalhamos nas vistas de Planta (Piso ou forro) podemos controlar a faixa de vista correspondente, controlando o que está (ou não) visível naquela vista.

ferramentas-de-seleção

Caso ainda não saiba como trabalhar com faixas de vista vou deixar abaixo o link de uma publicação completa sobre este assunto:

ENTENDENDO FAIXAS DE VISTA

Além deste controle podemos escolher o que é visível em relação aos níveis adjacentes, seja inferior ou superior, que o Revit chama de Subjacência. Por exemplo, você desenvolve todo o projeto do pavimento térreo de uma casa e na etapa seguinte precisa desenvolver o pavimento superior. Para isso é necessário saber exatamente onde estão os elementos estruturais do pavimento abaixo, como paredes, colunas, etc.

Visando atender essa necessidade o Revit permite que você configure a visibilidade da vista subjacente, onde os elementos do pavimento inferior são exibidos na cor cinza.

ferramentas-de-seleção

Se quiser saber mais sobre vista subjacente fiz uma publicação completa sobre esta ferramenta também, acesse o link abaixo:

CONFIGURAR VISTA SUBJACENTE

Este recurso facilita demais a nossa vida, e o mais interessante,  pode ser ativado e desativado conforme a necessidade. Porém uma coisa que costuma atrapalhar ou mesmo oferecer algum risco é a possibilidade de selecionar os objetos subjacentes, ou seja, você esta trabalhando em um determinado nível e consegue selecionar os objetos que foram criados em outro nível.

ferramentas-de-seleção

Salvo em raras exceções, este não costuma ser um recurso muito interessante. Então, nada mais prático do que desabilitar esta função e ter a possibilidade de ativá-la somente quando for necessário. Para isso, basta desabilitar o campo Selecionar elemento de subjacência.

ferramentas-de-seleção

SELECIONAR ELEMENTOS FIXADOS

Este deve ser um dos recursos mais simples e nem por isso menos eficiente. A ferramenta Fixar bloqueia um objeto, impedindo que ele seja movido, rotacionado ou mesmo excluído, sendo que ao tentar fazer qualquer alteração neste objeto, será exibido um aviso de erro.

ferramentas-de-seleção

Ao usar o comando Fixar é exibido o ícone de um alfinete.

ferramentas-de-seleção

Você pode remover o “alfinete” clicando sobre ele ou acessando a aba Modificar, painel Modificar e clicar em Desafixar.

ferramentas-de-seleção

Porém mesmo com todas estas restrições os objetos fixados podem ser selecionados. Para evitar este tipo de problema, podemos desabilitar o campo Selecionar elementos fixados. Claro que em qualquer momento você pode reativar este recurso sempre que necessário.

ferramentas-de-seleção-

SELECIONAR ELEMENTO POR FACE

Uma coisa que sempre me incomodou muito no Revit foi o fato de que para selecionar um objeto é necessário clicar em uma aresta ou o objeto não é selecionado. Principalmente na hora de selecionar paredes.

ferramentas-de-seleção

Porém o meu “sofrimento” acabou quando descobri este simples recurso. Com ele ativado você pode clicar em qualquer ponto da face dos objetos que imediatamente ele é selecionado.

ferramentas-de-seleção

Assim como as demais opções, você pode ativar ou desativar esta opção sempre que necessário.

ferramentas-de-seleção

ARRASTAR ELEMENTO NA SELEÇÃO

Um recurso interessante dentro do Revit é a possibilidade de ao selecionar um objeto e manter o botão do mouse pressionado o objeto pode ser arrastado. Ao mesmo tempo que isso é bem prático também se mostra ruim, afinal quem aí nunca arrastou algo que não queria por acidente.

ferramentas-de-seleção

Para evitar este problema você pode desabilitar a opção Arrastar elemento na seleção. Lembre-se que isto não impede de mover os objetos, afinal eles não estão fixados, isso apenas desabilita a opção de arrastar com o mouse, você pode utilizar a ferramenta mover normalmente. Além do que, você pode reabilitar esta opção sempre que necessário.

ferramentas-de-seleção

FILTROS

Mas e quando selecionamos múltiplos elementos? O Revit permite que você selecione múltiplos objetos independente da categoria, mas as opções de edição serão bem limitadas, afinal ao selecionar uma porta e uma parede as propriedades de cada um são muito diferentes. Mas é possível efetuar um filtro e escolher quais objetos permanecem selecionados.

Ao selecionar múltiplos objetos observe a última opção que temos na barra de status, um ícone de um filtro, indicando a quantidade de objetos que está selecionada no momento.

ferramentas-de-seleção

Na aba modificar também é possível visualizar a opção Filtro.

ferramentas-de-seleção

Clicando em qualquer uma das opções é exibida a janela Filtro, onde você pode selecionar os objetos que vão permanecer selecionados, uma vez que estão agrupados conforme o tipo.

ferramentas-de-seleção

Para saber mais sobre a ferramenta Filtro você pode acessar o link abaixo e conferir uma publicação completa que fiz sobre o tema.

USANDO FILTROS E SELEÇÕES

CONCLUSÃO

Interessante observar como uma ferramenta tão simples pode ser tão versátil, permitindo um controle muito refinado para selecionar objetos de diferentes formas. Entender como tirar proveito destes simples recursos pode facilitar muito o seu dia a dia.

Gostou? Assine nossa Newsletter e seja avisado por e-mail quando saírem novas publicações!

Gostaram? Curtam nossa página! Facebook! E não esqueça de fazer uma avaliação da página!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

Olá, sou o Luis André é responsável por todo o conteúdo do site QualifiCAD.

Sou arquiteto a mais de 10 anos, e nessa jornada tive que aprender a trabalhar com diversos softwares e aqui eu compartilho tudo o que aprendi ao longo da minha jornada no mundo da arquitetura e construção civil.

Sou mestre em Arquitetura e graduado em arquitetura e urbanismo. Também sou graduado em desenho industrial (projeto do produto).

Tenho certificações como Autodesk Certified Professional (AutoCAD, Revit e 3DS max) e Autodesk Certified Instructor.

Fique a vontade para me adicionar as suas redes sociais! Obrigado por sua visita!

1 Comentários

  1. Avatar
    13 de outubro de 2020 at 15:50 — Responder

    muito bem explicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *