REVITORGANIZAÇÃO

Trabalhar com fases no Revit

Trabalhar com fases no Revit pode se mostrar confuso para profissionais iniciantes, mas é uma ferramenta muito versátil para entender como o seu projeto será executado. Aprenda agora!

O Revit é uma ferramenta não só para simular o projeto, mas também para planejar como ele será executado, e organizá-lo em fases proporciona um melhor entendimento do que acontece em cada etapa da obra.

Quando trabalhamos com fases no Revit estamos falando de tempo. Sendo assim cada objeto será executado em um determinado momento (tempo) no seu projeto. Mas este aspecto de tempo é bem simples quando falamos de fases. Podemos resumir em quatro situações. O que já estava ali (passado), o que foi criado agora (presente) e o que vai ser removido antes da conclusão (não tem futuro) ou não vai ser removido (tem futuro).

trabalhar-com-fases

Pensando desta forma temos dois fatores a serem configurados no Revit quando estamos falando de fases. O primeiro é que você precisa configurar os objetos informando o respectivo momento em que eles foram criados.

Essa configuração é realizada diretamente na instância do objeto, não sendo possível fazer isso diretamente no tipo, ou seja, você tem que selecionar o objeto e dizer o momento em que ele foi criado. Ainda se confunde com propriedades de Tipo e Instância? Recomendo que leia essa publicação que fiz.

REVIT – FAMÍLIA – TIPO – INSTÂNCIA

Após determinar as fases a qual os objetos pertencem, o segundo fator é que você pode visualizar o seu projeto por fases, permitindo assim que os objetos tenham diferentes formas de exibição, facilitando muito o entendimento do projeto.

Vamos começar pela fase dos objetos, para depois controlarmos a exibição do projeto por fases.

FASES DOS OBJETOS

Ao selecionar um objeto qualquer no Revit, como uma parede, é possível visualizar no painel de Propriedades o campo Fase, onde temos duas opções. Fase criada e Fase demolida.

trabalhar-com-fases

Mas o meu projeto não tem reforma!

Calma, é importante que você interprete corretamente o que cada campo quer dizer. Para ficar mais simples interprete da seguinte maneira:

  • Fase criada: Indica em que momento o objeto foi criado.
  • Fase demolida: Indica em que momento o objeto foi (ou não) removido.

Então, caso o seu projeto não tenha demolição, basta indicar que o objeto não foi removido. Aproveitando, cada um desses campos conta com algumas opções, sendo assim temos:

  • FASE CRIADA: Construção nova ou Construção existente.
  • FASE DEMOLIDA: Existente, Construção Nova ou Nenhum.

Nossa, está meio confuso isso.

Calma, como temos poucas combinações, vou fazer todas e vamos analisar o que cada uma delas quer dizer.

trabalhar-com-fases

  • Fase Criada: Construção Nova / Fase Demolida: Nenhum. (O objeto foi criado agora e vai permanecer no projeto. Por exemplo, uma nova parede). Esta é a configuração padrão de fases do Revit para todos os objetos, caso você não faça nenhuma alteração.
  • Fase Criada: Construção Nova / Fase Demolida: Construção Nova. (o objeto foi criado agora e será demolido agora. Por exemplo, uma parede construída para o canteiro de obras, que será demolida antes da conclusão da obra, um elemento temporário).
  • Fase Criada: Construção Nova / Fase Demolida: Existente. Essa combinação é impossível e o próprio Revit avisa isso. Afinal o objeto não pode ser criado agora e ser demolido na fase anterior.
  • Fase criada: Existente / Fase demolida: Nenhum. (O objeto já existia e não será removido. Por exemplo, paredes que não vão ser alteradas).
  • Fase Criada: Existente / Fase Demolida: Construção Nova. (O objeto já existia e será demolido. Por exemplo, uma parede a demolir).
  • Fase Criada: Existente / Fase Demolida: Existente. temos um problema similar. Se o objeto foi criado na fase anterior e demolido na fase anterior ele nem faz parte do seu projeto.

Isso enxuga as possibilidades de combinação para quatro e assim fica ainda mais fácil de entender como as fases podem ser aplicadas aos objetos.

Em resumo temos as seguintes possibilidades:

  • O objeto foi criado agora (presente) e vai permanecer (tem futuro).
  • O objeto foi criado agora (presente) e vai ser demolido (não tem futuro).
  • O objeto já existia (passado) e vai permanecer (tem futuro).
  • O objeto já existia (passado) e vai ser demolido (não tem futuro).

Observe que para cada fase, a forma de exibição dos objetos fica completamente diferente, então agora que sabemos como configurar as fases na qual os objetos foram criados, vamos configurar a exibição desses objetos.

FASES DO PROJETO (FASES DAS VISTAS)

Após definir em que momento os objetos foram criados ou removidos, podemos nos preocupar em como visualizar este padrão de comportamento.

O primeiro aspecto a se observar é que esses modos de visualização estão atrelados a vista que você está trabalhando, sendo assim ao definir uma Fase de projeto a ser exibida ela só afeta a vista que você está trabalhando. Quando digo vistas, me refiro a qualquer item do Navegador de projetos.

trabalhar-com-fases

O mais recomendado é criar uma nova vista para representar as fases do projeto e você pode fazer isso Duplicando as vistas. Não sabe duplicar vistas? Veja essa publicação que fiz e aprenda!

DUPLICAR VISTAS NO REVIT – DIFERENÇA

Então depois de criar as vistas necessárias você deve configurá-las, para isso basta ir no painel Propriedades (certifique-se que não há nenhum item selecionado) e ir até o final dele que você encontrará o campo Fases.

trabalhar-com-fases

Aqui as opções são diferentes das que temos quando selecionamos um objeto. Observe que os campos disponíveis são Filtro de Fase e Fase. Vamos ver o que cada um nos oferece.

FILTRO DA FASE – Aqui recomendo não se preocupar com as opões disponíveis, já que elas são nada mais do que filtros que podem ser personalizados de acordo com a sua necessidade. Você vai aprender a criar esses filtros.

trabalhar-com-fases

FASE – O campo fase nos dá apenas duas opções, sendo: Existente e construção nova. Parece pouco mas se você parar para pensar é mais do que suficiente, afinal ou o elemento já estava ali ou ele foi criado agora. Claro que de acordo com a complexidade da sua obra terão mais fases, mas fique tranquilo, você pode criar mais opções para aparecerem aqui.

trabalhar-com-fases

Essas fases também podem ser personalizadas, afinal de acordo com a complexidade do seu projeto ele pode ser executado em diversas etapas, onde cada uma tem o seu “já estava ali ou foi criado agora”.

CONFIGURANDO AS FASES

Para personalizar e configurar as fases do seu projeto, temos que ir até a aba Gerenciar e no painel Fase clicar no botão Fases.

trabalhar-com-fases

Dentro da janela Fases temos três abas, sendo: Fases do projeto, Filtros de fase e Sobreposição de gráficos. Vamos entender o que podemos fazer dentro de cada uma delas.

trabalhar-com-fases

Mas o que cada aba faz?

A grosso modo, temos os seguintes controles nas abas disponíveis:

  • Fases do projeto – Quais as principais fases do seu projeto?
  • Filtros de fase – Como você usará as propriedades de fase para filtrar visualizações na documentação do seu projeto?
  • Sobreposição de gráficos – Qual é a convenção gráfica para identificar a fase de um objeto?

Agora, para um melhor entendimento, vamos conferir o que pode ser feito em cada aba.

FASES DO PROJETO

Na aba Fases do projeto temos as opções Existente e Nova construção. Mas é importante observar os campos Passado e Futuro.

trabalhar-com-fases

Conforme você acrescentar fases você deve se preocupar com o “momento temporal” na qual esta fase acontece. Para criar as etapas no lugar correto use o painel Inserir e escolha a opção Antes ou Depois.

trabalhar-com-fases

Aqui temos alguns problemas. Ao criar uma nova fase a mesma não pode ser movida para cima ou para baixo. E o pior problema, ela não pode ser apagada.

Como assim? Não dá pra apagar?

Pois é, não dá. Nesses casos a alternativa é combiná-la com outra fase existente, assim você faz essa “gambiarra” para resolver o problema, mais uma para o Porra Autodesk!.

trabalhar-com-fases

Acredito que a primeira coisa que a maioria pensa é que em uma obra simples temos além destas fases a etapa de Demolição, porém, não recomendo que inclua uma Fase de Demolição aqui.

Mas por que?

Se uma parede será demolida ela é uma parede existente, não precisa de uma etapa de demolição. Para identificar quais paredes vão ficar e quais paredes serão demolidas podemos usar Filtros de fase para controlar como esse elemento será visualizado no projeto.

Mas como configuro esse filtro de fase?

O processo é bem simples, vamos conferir agora!

FILTROS DE FASE

Em Filtros de fase você consegue controlar o comportamento visual dos objetos conforme a Fase escolhida. Você tem a liberdade de criar quantas combinações quiser, e inclusive remover combinações existentes.

trabalhar-com-fases

Para você se localizar melhor o que estamos controlando aqui é o que aparece no campo Filtros de fase, que fica na janela Propriedades.

trabalhar-com-fases

A organização do campo Filtros da fase é feita por colunas. Na primeira coluna você escolhe um nome de sua preferência para a Fase. Inclusive você pode remover ou alterar Filtros de fase existentes, caso não esteja atendendo sua necessidade.

trabalhar-com-fases

As demais colunas (Novo, Existente, Demolido e Temporário) permitem decidir como a geometria será exibida nestas situações.

Aqui também é meio confuso né?

Calma, para entender melhor as colunas que interessam, vamos pensar da seguinte forma:

  • NOVO – Foi criado na fase atual? É novo.
  • EXISTENTE – Foi criado em uma fase anterior? Isso é existente.
  • DEMOLIDO – Foi criado em uma fase anterior e demolido na atual? Isso é demolido.
  • TEMPORÁRIO – O objeto é criado e demolido na mesma fase? Isso é temporário.

Esses filtros de fase definem como os objetos serão (ou não) exibidos. Por isso que independente de qual coluna você escolha só terá três opções, sendo:

  • POR CATEGORIA – O objeto será exibido conforme suas configurações por categoria.
  • SOBREPOSIÇÃO – Você pode definir uma sobreposição de gráficos.
  • NÃO EXIBIDO – O objeto ficará oculto.

trabalhar-com-fases

Sendo assim, quando você for até a aba Propriedades (sem nenhum objeto selecionado), no campo Fases a opção Filtro de fase é uma combinação de como as opções Novo, existente, demolido e temporário serão exibidas.

Para acrescentar novos filtros basta clicar na linha novo que uma nova linha será adicionada. Lembrando que você terá, além de dar um nome adequado, que configurar as colunas Novo, existente, Demolido e temporário.

trabalhar-com-fases

Mas como faço para que os filtros fiquem “coloridos” na identificação da fase?

Isso é simples, temos a possibilidade de manter o objeto como ele realmente é sem alteração da sua forma de exibição (Por categoria), podemos configurar para que ele não apareça (Não exibido) ou podemos alterar sua configuração de exibição, deixando o objeto com cores diferentes quando ele estiver configurado para uma fase específica (Sobreposição).

Por este motivo que temos uma última aba, a Sobreposição, que vamos entender como ela funciona agora.

SOBREPOSIÇÃO DE GRÁFICOS

A aba Sobreposição permite criar uma configuração para sobrepor a configuração da categoria (apenas nesta vista).

trabalhar-com-fases

Observe que as opções disponíveis são correspondentes as colunas da aba Filtros de fase. Então aquelas visualizações “coloridas” são configuradas aqui.

Importante lembrar que o nome Sobreposição de gráficos não está aqui à toa. Estas opções só serão ativadas quando você estiver na aba Filtros de fase e em qualquer coluna escolher a opção Sobreposição de gráficos. Nos demais casos o objeto será exibido do jeito que ele é.

trabalhar-com-fases

Logo, todos estes campos vão ignorar as configurações de categoria dos objetos e usar as configurações de sobreposição nestes respectivos Filtros de fase.

Mas como eles vão ficar visualmente?

Para os Novos elementos, quando a sobreposição estiver ativa, nas vistas Projeção ou superfície o material ficará em cinza com linhas grossas em preto. Já na vista de planta ou corte, o material terá um preenchimento em preto.

trabalhar-com-fases

Para Elementos existentes, quando a sobreposição estiver ativa, nas vistas Projeção ou superfície o material ficará em cinza claro com linhas cinza claro. Já na vista de planta ou corte, o material terá um preenchimento em cinza claro, também com linhas cinza claro.

trabalhar-com-fases

Para Elementos demolidos, quando a sobreposição estiver ativa, nas vistas Projeção ou superfície o material ficará vermelho e suas linhas tracejadas em preto. Já na vista de planta ou corte, o material terá um preenchimento vermelho com linhas tracejadas em preto.

trabalhar-com-fases

Para Elementos Temporários, quando a sobreposição estiver ativa, nas vistas Projeção ou superfície o material ficará azul e suas linhas tracejadas em preto. Já na vista de planta ou corte, o material terá um preenchimento azul com linhas tracejadas em preto.

trabalhar-com-fases

Não é possível criar novas opções de fases, porém acredito que as fases disponíveis são mais que suficientes. Caso seu projeto tenha uma complexidade maior talvez seja o momento de pensar na integração com um software que trabalhe com 4D, assim terá um controle de tempo conforme o processo BIM propõe.

Acredito que para quem veio do AutoCAD esse recurso seja um dos mais impressionantes em questão de organização do seu projeto, principalmente quando falamos de praticidade! No início é confuso sim (eu mesmo sofri pra aprender) mas depois que você entende o processo fica super rápido e intuitivo!

Gostou? Assine nossa Newsletter e seja avisado por e-mail quando saírem novas publicações!

Curtam nossa página! Facebook! E não esqueça de fazer uma avaliação da página!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

Fundador do QualifiCAD, arquiteto, designer de produto, mestre em arquitetura, apaixonado por tecnologia, softwares de arquitetura e maquetes eletrônica. É leitor de quadrinhos e ilustrador nas horas vagas, mas ocupa quase todo tempo produzindo conteúdo para o site. Mas ama fazer isso!

18 Comentários

  1. 20 de agosto de 2018 at 11:03 — Responder

    […] TRABALHAR COM FASES NO REVIT […]

    • Marcio
      27 de fevereiro de 2019 at 16:48 — Responder

      Boa tarde.
      Caso sejam criadas várias fases de construção novas… Como é possível gerencia-las?

      Por exemplo:
      Uma casa nova.
      Fase 1 – Fundação
      Fase 2 – Estrutura
      Fase 3 – Alvenarias
      e assim sucessivamente……..

      É possível gerar uma perspectiva somente da fase 1?
      e ainda uma outra perspectiva das fases 1, 2 e 3?

      • 25 de março de 2019 at 21:14 — Responder

        Olá Márcio,

        Da um trabalhinho mas dá. Sobre as vistas basta duplicar uma vista, renomear e alterar para a fase desejada.

        Um abraço!

  2. Aline
    5 de outubro de 2018 at 08:27 — Responder

    Quando eu trabalho com as fases do projeto e você escolhe demolir uma porta, ele automaticamente cria uma parede. Mas e quando apenas quer remover a porta e manter o vão aberto? Qual é a forma correta de fazer?

    • 5 de outubro de 2018 at 08:52 — Responder

      Olá Aline,

      O correto é selecionar apenas a porta. Quando você seleciona apenas a porta a fase da parede é alterada junto?

      Um abraço!

  3. Luis Barcellos
    9 de novembro de 2018 at 20:31 — Responder

    Homem de Deus, você é fera demais!!! Que tuturialzão foi esse??? Você merece escreve um livro!
    Muito obrigado por nos trazer tanto conteúdo excelente pra gente. Qualificad já está nos meus favoritos a muito tempo, seu site é uma bíblia pra gente!! Muito obrigado!
    Esse é meu primeiro comentário no site, mas nem precisa me dar boas vindas porque eu te sigo a anos, tanto aqui no site quanto no facebook kkkkkk
    valeu, forte abraço!

    • 10 de novembro de 2018 at 11:41 — Responder

      Olá Luis,

      Obrigado pelo feedback! Não esqueça de compartilhar as publicações com seus amigos!

      Um abraço!

  4. Lidianne
    17 de novembro de 2018 at 11:19 — Responder

    Oi Luís!
    Tutorial muito esclarecedor! Mas tenho duas dúvidas:
    a primeira é o mesmo questionamento que a Aline colocou no comentário acima, sobre deixar o vão quando a porta é demolida (no meu, ao demolir apenas a porta, imediatamente aparece a parede preenchendo o espaço vazio);
    a segunda dúvida é sobre como lidar com a demolição do piso? Por exemplo, quando se demole metade de um ambiente. Metade do piso permanece e a outra metade não vai mais existir ou o piso será mudado. Como representa isso nas fases de projeto?

    Abraços!

    • 30 de novembro de 2018 at 12:55 — Responder

      Olá Lidianne,

      Sobre o vão da porta, você precisará usar o recurso de abertura, pois ao remover uma porta o revit entende que a parede está inteira novamente. E sobre o piso, infelizmente o Revit só consegue demolir elementos inteiros. Para demolir o piso será necessário dividi-lo em 2 para um deles ser alterado para demolido.

      Um abraço!

  5. CAROLINA EVERTON DE SOUSA
    10 de janeiro de 2019 at 18:57 — Responder

    OLÁ, TEM COMO ME DAR UM HELP?
    Na planta técnica, quando eu coloco as cotas, aparece em todas as plantas. A mesma coisa acontece quando eu coloco um móvel. Tem como desvencilhar as plantas depois de finalizada a parte arquitetônica?

    • 23 de janeiro de 2019 at 19:47 — Responder

      Olá Carolina,

      Não sei se entendi sua dúvida, pq as cotas só aparecem na vista correspondente e pelo que você está descrevendo no seu caso aparecem em todas. O que você quis dizer também com “desvencilhar”?

      Um abraço!

  6. Samara
    28 de janeiro de 2019 at 17:16 — Responder

    Boa tarde,

    Primeiramente, texto muito bom!!! Já me ajudou muito. Entretanto, tenho uma dúvida: como faço para colocar o mesmo desenho representados de formas diferentes? Um eu coloco com as indicações de construção e demolição e o outro da forma que ficará.

    Agradeço desde já.

  7. Miguel
    12 de abril de 2019 at 16:34 — Responder

    Olá, saberia me dizer um método prático para fazer uma legenda das paredes existentes mantidas, a demolir e a construir? valeu

    • 10 de maio de 2019 at 18:42 — Responder

      Olá Miguel,

      Vou ser sincero que não tenho certeza se dá para colocar todas as informações na mesma legenda. Estou inclusive devendo um tutorial sobre legendas. Aguarde que teremos novidades em breve.

      Um abraço!

  8. rodrigo
    13 de abril de 2019 at 10:09 — Responder

    Olá Luis!
    Parabéns pelo conteúdo e pela excelente didática que vc textualiza assuntos complexos de forma simples, clara e objetiva!
    Minha dúvida:
    Vc indica a duplicação de vistas em fases para melhor entendimento do projeto… ok! Mas pelo q entendi, seria duplicar todo um conjunto de vistas, separando por fases… seria isso mesmo?
    Pq eu por exemplo, já organizei minhas vistas como PROJ. EXECUTIVO, e todas estão dentro dele…

    * PROJETO EXECUTIVO
    * 000 – BASES
    * BASES
    * Floor Plans
    * 001- TÉRREO
    * 002- 1º pav
    * Ceiling Plans
    * 011- TÉRREO

    Pelo q entendi… eu duplicaria todo esse conjunto na fase Demolir/Construir por exemplo?
    Ou eu apenas poderia duplicar a vista do TÉRREO e chamá-la de Demolir/Construir? Principalmente pq praticamente esse evento só ocorrerá no térreo, pois nos Pavs Sup. serão construções novas…

    Agradeço desde já!
    Rodrigo Iorio.

    • 15 de abril de 2019 at 13:56 — Responder

      Olá Rodrigo,

      Vou ser sincero, esta sua dúvida da margem para um debate completo! Pq aqui saímos do Revit e entramos em metodologia de trabalho também, o que muda muito de pessoa/empresa para pessoa/empresa. Eu ando estudando um pouco sobre isso, mas é difícil determinar um “faz assim que é melhor”, afinal cada projeto nos da um pacote de necessidades a serem atendidas. Acho que você mesmo já encontrou um caminho, agora vai de fazer alguns testes e conversar com os envolvidos para deixar estas informações o mais claras possíveis e sem margens para interpretações erradas.

      Espero ter ajudado, um abraço!

      • rodrigo iorio
        5 de maio de 2019 at 10:49 — Responder

        Olá Luis,

        Ajudou sim, relendo aqui meu próprio questionamento eu tb percebi que já tinha encontrado o caminho. As vezes é mesmo uma questão de ter com quem partilhar e externar um pensamento e escutá-lo. Obrigado!

        Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *