REVITRENDERIZAÇÃO & GRÁFICOS

Peso gráfico e espessura de linha – Revit

Peso gráfico e espessura de linha no Revit são as maiores dúvidas dos profissionais iniciantes, então vamos entender como editar e personalizar dentro do Revit! Aprenda agora!

Apesar dos incríveis recursos para representação de projetos em 3D que o Revit nos proporciona, precisamos representar estes mesmos projetos em 2D, e o Revit não iria nos deixar na mão neste momento tão importante.

Vamos entender como o Revit trabalha com esse tipo de informação e como podemos personalizar conforme as nossas necessidades.

PESO GRÁFICO

Ao desenvolver um projeto, é necessário ter em mente que o mesmo irá passar pela mão de diversos profissionais, então para regulamentar esta forma de representação, existe a NBR 6492, que fornecesse todos os parâmetros necessários para a correta representação e compreensão dos elementos presentes em seu projeto.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Então quando falamos de peso gráfico em projetos, estamos nos referindo aos diferentes tipos e espessuras de linhas empregadas, sendo que cada tipo linha vai transmitir um tipo de informação, desta forma todos os envolvidos no projeto devem saber ler e interpretar corretamente estas informações.

No Revit o sistema de peso gráfico é definido por uma escala numérica que vai de 1 a 16. Os valores de 1 a 16 não são propriamente as espessuras e sim “categorias” que de acordo com a escala aplicada a vista, recebem uma espessura diferente.

Para um melhor entendimento vamos até a aba Gerenciar e no painel Configurações clique em Configurações adicionais.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Ao clicar em Configurações adicionais, clique na opção Espessuras de linha.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Agora você está na janela Espessuras de linha e dentro dela temos a aba Espessuras de linhas de modelo que permitirá entender melhor a escala numérica de Peso gráfico. Observe que a esquerda temos uma coluna com campos numerados que vão de 1 a 16.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Estas são as “categorias”, que em suas respectivas linhas podemos conferir o peso gráfico especificado. Em resumo, de acordo com a escala temos espessuras de linha diferentes, permitindo que de acordo com a escala, você escolha o peso gráfico mais adequado.

Eu particularmente acho isso excelente! De acordo com a escala que você emprega no seu projeto você quer passar um tipo de informação diferente, logo seria justo empregar uma espessura de linha diferente.

É possível acrescentar ou remover novas linhas, uma vez que essa é a configuração padrão. Particularmente eu acho desnecessário, uma vez que 16 “níveis” já são demais.

Mas e se eu quiser novas escalas?

Pois é, neste caso a resposta é não tem como. O Revit não permite acrescentar ou remover escalas na janela espessuras de linha.

Como não? Na vista se eu for no campo Escala tem a opção Personalizado!

Essa é a parte que gera um pouco de confusão entre diversos profissionais. Quando estamos em uma vista, na Barra de controle de visualização (menu inferior), se você clicar no campo Escala, observe que temos a opção Personalizado.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Ao clicar em Personalizado, você pode criar uma escala personalizada de acordo com a sua necessidade.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Mas e se eu colocar uma escala que não existe na janela Espessuras de linha?

Aí é que está o X da confusão. Ao criar uma escala que não está disponível na janela Espessura de linha, a escala da vista será corrigida para a escala indicada, até aqui Ok. Já para o peso gráfico a ser usado nessa escala o Revit faz uma aproximação em relação as escalas que vem antes e depois.

Por exemplo, se você criar uma escala de 1:75. Esta escala ficaria entre as escala 1:50 e 1:100, então o Revit identifica a escala que está mais próxima e aplica o padrão de espessuras de linha desta escala.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Nossa, mas é bem estranho isso hein?

Pois é, mas é a forma que o Revit adapta essas escalas. Não entendo o motivo de não ser possível acrescentar novas colunas então temos que trabalhar dessa forma Porra Autodesk!.

Lembrando que temos mais duas abas sendo a próxima a aba Espessura de linhas de perspectiva.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Mas por que não tem opções de escala?

As Espessuras de linha de perspectiva são empregadas apenas na vista 3D, logo como é uma vista auxiliar no sentido do entendimento do projeto, não trabalhamos especificamente com escala, o que acaba sendo uma configuração diferente de uma representação ortogonal.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Já a aba Espessura de linhas de anotação são empregadas para todas as anotações do seu projeto (Textos, cotas, identificadores, etc).

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Mas por que não tem escala? As anotações aparecem em todas as vistas!

Ai é que está a questão. As anotações aparecem em todas as vistas, porém se observarmos bem o que acontece é que a escala dos objetos que é ajustada, já as anotações não podem ser reduzidas junto dos objetos pois alem de prejudicar a leitura, ficaria forma da NBR 6492. Portanto, um único campo para ajustar seu peso gráfico é suficiente.

Então aqui conseguimos identificar como configurar o peso gráfico para as 16 “categorias” de espessura, dentro das opções de Espessura de linhas de Modelo, Perspectiva e Anotação.

Mas como eu aplico essas categorias aos objetos e anotações do meu projeto?

Aqui entramos em uma segunda etapa que é definir como as Espessuras de linha serão aplicadas aos objetos, para isso precisamos ir ate a janela de Estilos de objeto.

ESTILOS DE OBJETO

A ferramenta Estilos de objeto, como o próprio nome diz, permite controlar uma série de características dos objetos como: espessura de linhas, tipos de linhas, materiais (organizando por diferentes categorias e subcategorias), objetos de anotação e objetos importados em um projeto.

Vamos acessar a janela para um melhor entendimento. Vá até a aba Gerenciar e clique em Estilos de objeto.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Ao acessar a janela Estilos de objeto, temos uma série de abas mas vamos começar pela primeira, a Objetos do modelo.

OBJETOS DO MODELO

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Um dos itens mais importantes que temos aqui é a coluna de Categorias.

Mas o que são essas categorias?

Toda família pertence a uma categoria. Esta é a forma na qual o Revit organiza todos os seus objetos. O que facilita em muitos aspectos, como no caso do peso gráfico, já que podemos atribuir o valor de 1 a 16 (conforme janela de espessura de linhas)  para uma categoria, sendo assim, todos os objetos que pertencerem a esta categoria, terão este peso gráfico.

Mas esse objeto terá uma única espessura?

Não necessariamente, uma vez que uma categoria pode ter subcategorias, que permitem atribuir outros valores de peso gráfico. Para acessar a subcategoria de uma categoria basta clicar no sinal de + ao lado da respectiva categoria.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Ao lado da coluna de Categorias, temos os demais controles disponíveis para as categorias. A primeira coluna é a Espessura de linha.

Por que ela tem dois campos?

Em um projeto um objeto pode ser visto nessas duas situações, então para facilitar, imagine uma parede. Quando ela for vista de frente, suas linhas de contorno serão exibidas com o valor indicado na coluna Projeção. Agora se você visualizar esta mesma parede em um corte ou em planta (que também é um corte), as linhas de contorno irão obedecer o valor indicado na coluna Cortar.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Importante lembrar que os valores indicados não são espessuras, e sim “categorias” presentes na janela Espessura de linha.

Por que tem alguns campos na coluna Cortar que são bloqueados?

Simples, estas categorias não podem ser visualizadas em corte. Vamos pegar como exemplo a categoria mobiliário. Ao visualizar um corte ou vista em planta as paredes são cortadas normalmente, mas mobiliários altos como geladeiras aparecem inteiros, independente da Faixa de corte que você configurar.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Na próxima coluna temos o campo Cor da linha, que obviamente controla a cor padrão da linha. A grande maioria das categorias utiliza a cor preto, porém algumas categorias utilizam a cor verde (RGB 000-127-000).

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Você pode alterar a cor conforme desejar, porém, essa alteração irá afetar todos objetos pertencentes a categoria modificada. Lembrando que esta cor se refere efetivamente a cor da linha e não ao preenchimento dos objetos. Por exemplo, em uma parede a cor do contorno da parede será preto, porém o preenchimento da parede será conforme o material configurado para a parede.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Em seguida temos a coluna Padrão de linha, que nada mais é do que o tipo de linha a ser utilizado. Aqui na grande maioria dos casos temos a cor preto também, apesar de ser possível escolher entre um imenso leque de possibilidades.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Essa quantidade de opções de linhas é mais que suficiente para atender a necessidade do seu projeto, apesar de ser possível criar padrões de linhas personalizados.

Por fim temos a coluna Material onde você pode atribuir um material específico para cada categoria. Observe que poucos materiais tem materiais atribuídos.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Mas não seria mais fácil escolher um material para todas categorias?

Na verdade isso depende muito. Se você pegar uma categoria como mobiliário, isso seria péssimo, pois o ideal é que cada móvel tenha seus material (ou materiais) de modo personalizado, então quando vemos o campo em branco é justamente porque os objetos desta categoria já tem seus campos de edição/personalização de materiais.

Agora temos alguns campos ao redor das colunas que nada mais são do que ferramentas para facilitar a seleção e localização das categorias. Por exemplo logo no topo temos o campo Lista de filtros onde você pode selecionar as categorias por disciplinas, facilitando a localização da categoria que você deseja.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Na parte inferior temos Ferramentas para selecionar categorias e modificar categorias, mas para não aprofundar muito vou para as próximas abas.

OBJETOS DE ANOTAÇÃO

Na aba Objetos de anotação você pode controlar as características de objetos como cotas, textos e demais itens de anotação do seu projeto. Observe que as opções são similares as da aba Objetos de modelo, porém simplificadas.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Temos o campo de categorias como as demais abas, porém a coluna de Espessura de linha temos apenas a coluna de Projeção, afinal as anotações são configuradas para não aparecerem nas vistas 3D.

Já os campos de Cor da linha e Padrão da linha são exatamente iguais nas demais colunas.

OBJETOS DO MODELO ANALÍTICO

Na aba Objetos do modelo analítico você pode controlar as características dos objetos disponíveis na aba de Análise.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Confesso que essa não é a minha especialidade (por enquanto) mas assim como nas demais abas, temos os campos muito similares.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

No geral temos os mesmos campos sendo: Categoria, Espessura de linha (Projeção e corte), Cor da linha, Padrão da linha e material.

OBJETOS IMPORTADOS

Aqui temos uma aba destinada aos Objetos importados. Sim, é possível controlar o Estilo de objetos que você importa para o seu projeto, claro que de acordo com o formato do arquivo e a origem terão algumas limitações. Para facilitar o entendimento fiz uma importação de um arquivo de uma planta baixa do AutoCAD.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Que o Revit entendeu da seguinte fora os objetos importados.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Apesar dos campos serem exatamente os mesmos, tivemos algumas adaptações aqui. As categorias estão exibindo os layers (camadas), todas as espessuras da linha foram entendidas como 1 e no campo Cor da linha, as cores correspondem as cores das camadas.

peso-gráfico-e-espessura-de-linha

Quer dizer que eu consigo alterar as cores das camadas e espessuras das linhas de um arquivo do AutoCAD dentro do Revit?

Consegue sim! E isso é muito útil uma vez que um arquivo do AutoCAD está preparado para uma tela “preta” e a tela do Revit por padrão tem fundo branco, o que acaba prejudicando a visualização de cores como amarelo, verde e ciano.

Se você estiver apanhando com um arquivo importado do AutoCAD eu fiz uma publicação explicando como fazer diversos ajustes facilitando o manuseio do arquivo DWG. Basta clicar no link abaixo:

GERENCIAR CAMADAS DA IMPORTAÇÃO DWG

Nos campos Padrão de linha, podemos alterar o tipo de linha e no material não há muito o que se fazer a não ser que o objeto importado seja um modelo 3D.

CONCLUSÃO

O sistema de espessura de linha e peso gráfico no Revit é bem simples (inclusive acho mais simples e eficiente do que no AutoCAD), então é possível fazer ajustes de maneira muito rápida e precisa permitindo que o seu projeto fique dentro do que recomenda a norma NBR 6492 Representação de projetos em arquitetura.

Existem ainda outras formas de configuração como o sistema de Visibilidade/Sobreposição de gráficos, onde é possível fazer ajustes que serão aplicados apenas na vista selecionada, mas isso fica para outra publicação.

Gostou? Assine nossa Newsletter e seja avisado por e-mail quando saírem novas publicações!

Curtam nossa página! Facebook! E não esqueça de fazer uma avaliação da página!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

Fundador do QualifiCAD, arquiteto, designer de produto, mestre em arquitetura, apaixonado por tecnologia, softwares de arquitetura e maquetes eletrônica. É leitor de quadrinhos e ilustrador nas horas vagas, mas ocupa quase todo tempo produzindo conteúdo para o site. Mas ama fazer isso!

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *