MODELAGEMFAMÍLIASAUTOCADREVIT

Criação de famílias – fundamentos

Na criação de famílias temos alguns fundamentos importantes que vou apresentar para quem pretende se aventurar nesse “novo mundo”. Aprenda agora!

Se tem uma coisa que eu vejo em todo lugar são profissionais pedindo famílias disso ou daquilo. A comunidade Revit é bem receptiva e costuma compartilhar muita coisa, mas vai chegar em algum momento que você não vai conseguir a família que você precisa.

Então esta mais do que na hora de você criar vergonha aprender a criar suas próprias famílias. Não sabe o que são famílias no Revit? Veja a publicação que fiz abaixo antes de prosseguir.

REVIT – O que são famílias?

Importante deixar claro que existem diversos tipos de famílias então vou me concentrar no básico do básico, sendo esse o mínimo necessário para você modelar suas primeiras famílias.

INTRODUÇÃO

Para apresentar os fundamentos de modelagem de famílias vou fazer um passo a passo de uma mesa quadrada.
Na tela inicial do Revit você pode escolher entre criar um novo Projeto e criar uma Família. No campo Família, clique em Novo.

criação-de-famílias-fundamentos

Caso você esteja com um arquivo aberto basta ir na aba Arquivo e no campo Novo, selecione a opção Família.

criação-de-famílias-fundamentos

Assim como projetos, o Revit trabalha com templates (arquivos de modelo), mas a diferença é que a lista de templates para a criação de famílias é imensa!

criação-de-famílias-fundamentos

Isso é necessário porque cada tipo de família pertence a uma determinada categoria que agrupa objetos com características similares. Temos famílias que precisam furar paredes, famílias que precisam ser fixadas no teto ou mesmo famílias de anotação, que tem um padrão de uso e comportamento totalmente diferente.

Para o nosso caso, vamos escolher a opção Mobiliário métrico.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que tivemos uma mudança drástica nas abas de ferramentas. Temos agora ferramentas de criação de formas.

criação-de-famílias-fundamentos

Estas ferramentas permitem criar formas geométricas tridimensionais a partir de formas bidimensionais, ou seja, você desenha em 2D e elas convertem seu desenho em uma forma 3D.

criação-de-famílias-fundamentos

Se quiser saber mais sobre cada uma das formas fiz publicações independentes de cada uma delas, mas recomendo que acesse essas publicações após finalizar a leitura completa dessa publicação.

MODELAGEM BÁSICA – EXTRUSÃO

MODELAGEM BÁSICA – MESCLAR

MODELAGEM BÁSICA – REVOLVER

MODELAGEM BÁSICA – VARREDURA

MODELAGEM BÁSICA – MESCLA COM VARREDURA

Agora vamos a alguns pontos importantes, começando pelas unidades.

Unidade do arquivo.

Diferente do AutoCAD, no Revit você pode utilizar a unidade que quiser para criar sua família que não teremos nenhum erro ou ajuste para fazer, o Revit faz isso sozinho.

Recomendo que sempre analise o que você vai modelar, para escolher uma unidade apropriada. Por exemplo, elementos muito pequenos podem ser melhor modelados em milímetros, já objetos como mobiliário centímetros pode ser uma boa opção. Não há uma regra, escolha a unidade que achar melhor.

Para alterar a unidade digite UN, que a janela Unidades do projeto será exibida. Em seguida clique em Linear para mudar a unidade do arquivo para centímetros e coloque duas casas decimais.

criação-de-famílias-fundamentos

Com as unidades corrigidas vamos ao próximo item, Planos de referência.

Planos de referência

Um aspecto importante que você deve se atentar é que para controlar as dimensões de uma família nós devemos focar não na geometria e sim nos Planos de referência (Linhas tracejadas verdes).

O processo é basicamente o seguinte, criamos planos de referência e modelamos a geometria associada a esses planos, que é aquele “cadeadinho” que aparece ao criamos uma linha ou utilizarmos o comando alinhar.

criação-de-famílias-fundamentos
criação-de-famílias-fundamentos

A partir do momento em que a geometria esta associada a um plano de referência, ao mover o plano, a geometria se move junto. Simples assim.

Repare que iniciamos um arquivo de criação de uma nova família ele já veio com dois planos de referência, formando uma cruz.

criação-de-famílias-fundamentos

Não sabe o que são planos de referência? Veja uma publicação que fiz explicando em detalhes como trabalhar com eles.

PLANOS DE REFERÊNCIA – REVIT

Esses planos de referência que já vieram com o arquivo tem por função identificar os planos centrais do nosso arquivo, e que também permite identificar onde está o ponto central do nosso arquivo (coordenada zero absoluta).

Se quiser conferir vá até aba Criar e no painel Plano de trabalho clicar em Exibir o plano de trabalho será visualizado e você irá perceber que os planos de referência estão perfeitamente alinhados em relação ao plano de trabalho.

criação-de-famílias-fundamentos

Este ponto central é por onde você vai “segurar” sua família quando ela for inserida em um projeto. Este é o ponto que será alinhado em relação ao cursor do mouse.

Então, de acordo com o tipo de família e aplicação, o posicionamento da família em relação a este ponto central será fundamental.

Plano de trabalho

Por fim temos o plano de trabalho, que nada mais é do que a orientação dos eixos X, Y e Z em relação a geometria que estamos modelando.

No Revit, temos um plano de trabalho já atribuído a cada vista, o que em um projeto geralmente já é suficiente, porém na criação de famílias temos que ficar constantemente alterando o posicionamento do plano de trabalho para conseguirmos modelar o que precisamos.

Se quiser saber mais sobre planos de trabalho acesse a publicação abaixo onde explico com maiores detalhes como utilizar esta ferramenta.

PLANOS DE TRABALHO – REVIT

O plano de trabalho pode ser alterado indo na aba Criar, painel Plano de trabalho e clicando em Definir.

A mudança de plano de trabalho vai variar de acordo com a complexidade da família que você esta modelando, então você deve utilizar a opção que melhor se adapte as suas necessidades.

Certo, agora vamos para o que interessa, começar a modelar a nossa família.

CRIAÇÃO DA FAMÍLIA

Na aba Criar, vá até o painel Dados e clique em Plano de referência.

criação-de-famílias-fundamentos

Será exibida a aba Modificar|Colocar plano de referência, mas observe que não temos tantas opções assim, então basta desenhar nossas linhas.

criação-de-famílias-fundamentos

Desenhe dias linha verticais, uma de cada lado da linha que já existe.

criação-de-famílias-fundamentos

Colocados os planos, vamos fazer os primeiros ajustes. Coloque duas cotas em série, clicando nas três linhas verticais.

criação-de-famílias-fundamentos

A proposta é que você consiga alterar a largura ou comprimento da mesa, mas para uma melhor precisão, vamos utilizar o comando equidistância nas cotas, para isso, basta selecionar a cota e clicar no símbolo EQ.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que agora as cotas não exibem mais o seu valor original, mas sim o texto EQ. Isso quer dizer que ao alterar a posição de um dos planos de trabalho o outro ficará exatamente com a mesma distância.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora vamos aos itens mais importantes de uma família. Os parâmetros.

Mas o que são esses parâmetros?

Os parâmetros dentro de uma família permitem controlar informações da família, como cotas, materiais e outras características.

Legal, mas como eu crio isso?

Vamos acrescentar uma cota com a distância total entre os dois planos de referência que acabamos de criar.

criação-de-famílias-fundamentos

Até aqui temos uma cota normal. Agora vamos criar um parâmetro para esta cota, para isso selecione a cota e na aba Modificar|Cotas ao lado do painel Cota da Legenda clique no botão Criar parâmetro.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora estamos na janela Propriedades de parâmetros, onde podemos fazer algumas configurações.

criação-de-famílias-fundamentos

Temos basicamente dois campo, sendo o Tipo de parâmetro, onde podemos escolher entre Parâmetros de família e Parâmetros compartilhados. Neste campo, não faremos alterações, pode manter como Parâmetros de família.

criação-de-famílias-fundamentos

Logo abaixo temos o campo principal, Dados de parâmetro. Aqui definimos como será o nome, disciplina, tipo e grupo a qual pertence o parâmetro. Também podemos definir se o parâmetro será de Tipo ou Instância.

Para este parâmetro, a configuração é simples, vamos chama-lo de Largura e deixar marcada a opção Tipo. Em parâmetros de grupo sob a opção já está correta, é Cotas.

criação-de-famílias-fundamentos

Pode clicar em Ok. Agora observe que a sua cota está representada de uma maneira diferente.

criação-de-famílias-fundamentos

O que acontece é que você acabou de criar o seu primeiro parâmetro! Neste caso um parâmetro de controle dimensional, ou seja, será possível controlar a largura desta família.

Certo, e como eu posso testar isso?

Simples, vá até a aba Criar e no painel Propriedades clique em Tipos de famílias.

criação-de-famílias-fundamentos

Ao clicar será exibido o painel Tipos de famílias, onde podemos visualizar o nosso primeiro parâmetro.

criação-de-famílias-fundamentos

Para testar o seu parâmetro basta alterar o valor da largura e clicar em aplicar. Tente posicionar a janela de forma que seja possível visualizar a janela e a área de trabalho.

criação-de-famílias-fundamentos

Uma coisa muito importante aqui! Temos um parâmetro criado, porém nenhum objeto 3D. O que temos que fazer é criar uma geometria 3D e associar a este parâmetro, desta forma, poderemos controlar a largura da geometria 3D.

Ta meio confuso isso…

Calma, vamos fazer todas as etapas. Mas antes de prosseguir vamos repetir o processo, porém criando dois planos de trabalho verticais agora. Não se esqueça das cotas equidistantes.

criação-de-famílias-fundamentos

Não esqueça de criar um novo parâmetro para a cota vertical, mas lembre-se, estamos em uma vista em planta, logo este parâmetro não corresponde a altura e sim profundidade!

Selecione a cota e na aba Modificar|Cotas clique em Criar parâmetro.

criação-de-famílias-fundamentos

Basta inserir o nome do parâmetro e clicar em ok.

criação-de-famílias-fundamentos

Pronto! Agora temos os dois primeiros parâmetros!

criação-de-famílias-fundamentos

Dica importante! Sempre que você criar um novo parâmetro vá até a aba Propriedades e clique no botão Tipos de família e teste o parâmetro. Dependendo da complexidade da sua família, um parâmetro pode entrar em conflito com outro!

criação-de-famílias-fundamentos

Certo, criados os parâmetros iniciais vamos a geometria. Na aba Criar vá até o painel Formas e clique em Extrusão, onde vamos criar o tampo da mesa.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que estamos agora no modo de croqui, onde devemos desenhar uma geometria com um perímetro fechado, porém temos uma etapa importantíssima aqui, que são as restrições (cadeados!).

Usando a ferramenta retângulo, desenhe um retângulo dentro da área correspondente ao tampo da mesa, porém encostado nos planos de referência que acabamos de criar (e parametrizar).

criação-de-famílias-fundamentos

O detalhe fundamental para o correto funcionamento da sua família é: Feche todos os cadeados! E uma dica importante, você fez um quadrado, logo ele tem quatro lados, então vá fechando os cadeados e contando até dar quatro.

Parece idiota isso, mas se um cadeado ficar aberto a família já não vai se comportar como devia.

criação-de-famílias-fundamentos

Finalizado o retângulo e fechados os cadeados, pode confirmar a extrusão, clicando no painel Modo em Confirmar Extrusão.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora se quiser fazer um teste, vá até a vista 3D e clicando em Tipos de família.

criação-de-famílias-fundamentos

Altere os valores de profundidade e largura para ver se o tampo responde corretamente.

criação-de-famílias-fundamentos

mesmo que ele esteja respondendo como deveria precisamos fazer alguns ajustes, afinal ele foi criado no chão e ainda nem nos preocupamos em conferir a espessura do tampo.

No navegador de projetos clique em qualquer uma das elevações.

criação-de-famílias-fundamentos

Na vista escolhida, observe que temos o nosso tampo posicionado rente ao “chão”.

Temos algumas formas de corrigir isso, mas já que estamos numa etapa de aprendizado vamos criar um parâmetro de altura. Para isso crie um novo plano de referência acima do Nível de referência.

criação-de-famílias-fundamentos

Precisamos agora criar uma cota e um parâmetro de altura, porém temos que tomar cuidado. O ideal é que a cota seja criada entre os planos de referência, porém na base temos o nível de referência e a base da extrusão, então quando for criar a cota, use a tecla Tab para se certificar de que selecionou mesmo o plano de referência.

criação-de-famílias-fundamentos

Criada a cota crie um parâmetro com o nome Altura, da mesma forma que configuramos os anteriores.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que agora temos outro parâmetro disponível dentro de Tipos de famílias.

criação-de-famílias-fundamentos

Aqui você deve observar o seguinte, a extrusão que acabamos de criar tem como base o Nível de referência, ou seja, a cota zero, sendo assim se você selecionar a geometria e olhar em suas propriedades verá que temos dois campos importantes, o Final da Extrusão e o Início da extrusão.

criação-de-famílias-fundamentos

O problema que temos é o seguinte, precisamos que o tampo da mesa se mova conforme o parâmetro de altura criado, logo, vamos precisar associar essa geometria ao plano de referência. Para isso vamos usar o comando Alinhar.

Clique no comando Alinhar, selecione o plano de referência e em seguida clique na face superior da geometria. Importante! Não se esqueça de colocar o cadeado!

criação-de-famílias-fundamentos

Se você selecionar a geometria, irá observar que o valor de Final da extrusão foi alterado. Claro que isso acontece devido ao comando Alinhar.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora precisamos definir a espessura do tampo da mesa. No meu caso, quero que fique com 5cm. Podemos fazer o ajuste diretamente no campo Início da extrusão, porém será necessário fazer uma “continha”, afinal a espessura total é a subtração do valor Final da Extrusão pelo valor Início da extrusão.

Como o valor final da minha extrusão é de 120.00 o valor inicial será de 115.00.

criação-de-famílias-fundamentos

Apesar do resultado ainda não resolvemos nosso problema.

Como assim? O tampo ficou com 5cm!

Realmente, ele está na espessura desejada, porém é necessário que essa espessura acompanhe o parâmetro altura. Se você fizer um teste irá perceber que ao editar a altura da mesa a espessura se altera.

criação-de-famílias-fundamentos

Isso acontece porque apenas o topo da geometria esta associado ao parâmetro de altura, porém a sua base não, logo, ao fazermos edições no valor da altura a base permanece onde está.

Eu devo criar um novo parâmetro só para o base da geometria?

Não precisa, podemos resolver isso facilmente com uma simples cota com restrição. Crie uma cota selecionando o plano de referência superior e a face inferior da geometria e não esqueça de colocar o cadeado.

criação-de-famílias-fundamentos

Simples assim. Agora teste novamente o parâmetro de altura clicando em Tipos de famílias.

criação-de-famílias-fundamentos

Nossa família já está tomando forma. Agora vamos para os pés da mesa. Volte para a vista Planta de piso > Nível de referência.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora vamos criar mais quatro planos de referência, na parte interna do tampo da mesa, porque o objetivo é ter controle da espessura dos pés da mesa.

criação-de-famílias-fundamentos

Criados os planos de referência vamos criar os seus respectivos parâmetros. Primeiro, crie quatro cotas, duas verticais e duas horizontais, conforme a imagem. Não se preocupe em corrigir as medidas.

criação-de-famílias-fundamentos

Claro que não queremos um parâmetro para cada um dos pés, isso seria exagero, então vamos criar um mesmo parâmetro e aplicá-lo a todas essas cotas. Para isso selecione qualquer uma delas e em Modificar|Cotas clique em Criar parâmetro.

criação-de-famílias-fundamentos

Vamos criar um parâmetro de tipo chamado Pés.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que a cota selecionada já está se comportando como um parâmetro.

criação-de-famílias-fundamentos

Certo, mas como eu aplico esse parâmetro nas outras cotas?

É muito simples. Selecione uma das outras cotas e observe o painel Cota da legenda. No campo de parâmetros, onde está escrito nenhum, você pode escolher um parâmetro existente e aplicá-lo a cota selecionada.

criação-de-famílias-fundamentos

Basta selecionar o parâmetro Pés (que acabamos de criar) e aplicar a cota selecionada. Repita o processo com as demais cotas.

criação-de-famílias-fundamentos

O mais interessante aqui é que temos um mesmo parâmetro controlando quatro elementos distintos. Observe que assim que você aplicou o parâmetro Pés à cota a dimensão foi imediatamente corrigida para o valor do parâmetro.

Agora, não menos importante. teste este parâmetro dos pés e teste os parâmetros de largura e profundidade. Temos que conferir se não ocorre nenhum erro ou conflito entre os parâmetros.

criação-de-famílias-fundamentos

Certo, agora vamos efetivamente criar os pés da mesa. Para este processo, não precisamos criar um por um, podemos criar os quatro dentro da mesma forma, no caso a extrusão.

Porém devemos nos lembrar que a colocação dos cadeados é importantíssima, então use a dica que dei anteriormente. Crie o retângulo, e para fechar os cadeados, conte até quatro.

Vá até a aba Criar e no painel Formas clique em Extrusão.

criação-de-famílias-fundamentos

Selecione a ferramenta retângulo e vá criando os retângulos e fechando seus cadeados.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que em vários momentos os cadeados aparecem sobrepostos, então é necessário ter atenção e paciência.

Ao finalizar mude para uma vista de elevação.

criação-de-famílias-fundamentos

Os quatro pés foram criados simultaneamente, então agora temos que fazer com que fiquem conectados à parte inferior do tampo da mesa. Para isso vamos usar o comando Alinhar e não esquecer de colocar o cadeado.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora vamos testar a mesa em uma vista 3D.

criação-de-famílias-fundamentos

Pronto! Agora você tem a sua primeira família paramétrica! Mas antes de carregá-la em seu projeto vamos observar algo importante, o nome do arquivo.

Se você carregar esta família agora para o seu projeto, ela irá com o nome temporário, ou seja, Família1. Evite ao máximo fazer isso. Sempre salve a família e escolha um nome apropriado, afinal este nome além de facilitar a identificação, pode ser associado a uma tabela de quantitativos, o que pode gerar muita dor de cabeça.

Vou salvar a família com o nome de Mesa quadrada. O processo para salvar uma família é o mesmo que usamos para salvar um projeto, basta selecionar a opção Salvar e clicar em Família.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora sim, com o nome correto vamos carregar essa família em um arquivo de projeto. Para isso vá até o menu superior e clique em Editor de família clique na opção Carregar no projeto.

criação-de-famílias-fundamentos

Lembre-se que é preciso ter um projeto aberto, caso não tiver nenhum o Revit vai exibir um alerta.

criação-de-famílias-fundamentos

E caso tenha mais de um arquivo aberto será necessário escolher em quais dos projetos você deseja carregar a sua família.

criação-de-famílias-fundamentos

Vou carregar a família em um projeto vazio, para facilitar a visualização.

criação-de-famílias-fundamentos

Vamos analisar alguns detalhes importantes aqui. Selecione a família carregada dentro do seu projeto e olhe a aba de Propriedades.

criação-de-famílias-fundamentos

Nossa, poucas opções né?

Exato, as opções disponíveis são as que você criou. Aqui cabe um detalhe importante. Lembra que quando criamos os parâmetros da família da mesa escolhemos sempre a opção Tipo e não a opção Instância?

criação-de-famílias-fundamentos

Pois é, as opções de instância aparecem na aba de propriedades, logo, como não criamos nenhuma, a aba esta apenas com opções básicas.

Agora clique em Editar tipo.

criação-de-famílias-fundamentos

Ao entrar em editar tipo você terá acesso a todos os parâmetros que criamos.

criação-de-famílias-fundamentos

Os campos Altura, Largura, Profundidade e Pés estão ali prontos para serem alterados.

Um ponto muito importante aqui é você entender o que são parâmetros de tipo e de instância. Parâmetros de tipos são visíveis apenas na janela Editar tipo, logo ao fazer a alteração de qualquer um deles, todos os demais são alterados.

Vou criar algumas cópias da mesa para mostrar o resultado.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora vamos criar um parâmetro diferente, um parâmetro de material. Selecione a família dentro do seu projeto e na aba Modificar|Mobiliário clique em Editar Família.

criação-de-famílias-fundamentos

De volta ao arquivo da família da mesa vamos a uma vista 3D. Observe que a mesa foi criada com um material genérico.

criação-de-famílias-fundamentos

Altere o material do tampo da mesa para um material de sua preferência. Vou colocar um material de madeira.

criação-de-famílias-fundamentos

O que acabamos de fazer foi definir um material para a família, porém este material não esta parametrizado. Isso quer dizer que caso você precise alterar o material da mesa será necessário selecionar a família e clicar em Editar tipo, ou seja, você só terá acesso ao material se editar a família.

Para evitar isso vamos criar um parâmetro para este material, para isso selecione o tampo da mesa novamente e em Propriedades você vai clicar em um pequeno botão a direita do material escolhido para o tampo.

criação-de-famílias-fundamentos

Sim, o botão é super escondido! Mas clicando sobre ele temos acesso a janela Parâmetro de família associado. Nesta janela você deve clicar em outro pequeno botão, o Novo parâmetro.

criação-de-famílias-fundamentos

E cá estamos novamente na janela Propriedades de parâmetro. Aqui vamos configurar da seguinte forma, coloque o nome do parâmetro de Material e selecione a opção Instância. Não vamos alterar mais nenhum campo.

criação-de-famílias-fundamentos

Pode dar ok. Observe que voltamos a janela Parâmetro de família associado, onde a opção Material foi criada e já esta selecionada. Pode dar ok novamente.

criação-de-famílias-fundamentos

Note que agora o campo Material está bloqueado e o botão de parâmetro de família associado está com um símbolo de igual.

criação-de-famílias-fundamentos

Agora vá até a aba Cria e e no painel Propriedades clique em tipos de famílias.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que o parâmetro de material já está ali disponível.

criação-de-famílias-fundamentos

Aqui não faremos alterações ou testes, vamos apenas salvar o arquivo da família e carregá-lo novamente no projeto.

criação-de-famílias-fundamentos

Como a família já foi carregada anteriormente será exibida uma mensagem devido aos parâmetros novos. Escolha a opção Substituir a versão existente e seus valores de parâmetros.

criação-de-famílias-fundamentos

Quer saber a diferença dessas duas opções? Clique na publicação abaixo que fiz explicando com detalhes.

SUBSTITUIR VERSÃO EXISTENTE – REVIT

Observe que todas as mesas foram corrigidas e estão com o material escolhido aplicado no tampo.

Selecione uma delas e observe que no painel Propriedades temos um campo Material disponível agora.

criação-de-famílias-fundamentos

Altere o material para qualquer outro de sua preferência.

criação-de-famílias-fundamentos

Observe que apenas a mesa selecionada teve o seu material alterado. Então agora você sabe a diferença entre tipo e instância. Propriedades de tipo, quando alteradas modificam todas as famílias que foram inseridas no seu projeto.
Propriedades de instância, alteram apenas os objetos selecionados.

Mas quando eu uso um ou outro?

Vai depender da sua necessidade. Então será necessário pensar e analisar qual o melhor uso dentro do seu projeto.

Mas enfim, o foco aqui é apresentar um pacote mínimo de conhecimento para a criação de uma família básica no Revit. Acredito que isso irá abrir a sua cabeça, permitindo que você comece a criar suas próprias famílias e deixe de ser o “mendigo” do revit.

Gostou? Assine nossa Newsletter e seja avisado por e-mail quando saírem novas publicações!

Gostaram? Curtam nossa página! Facebook! E não esqueça de fazer uma avaliação da página!

Participem do nosso grupo! Grupo QualifiCAD

Dúvidas? Comentem!

Autor

Luis André

Luis André

Fundador do QualifiCAD, arquiteto, designer de produto, mestre em arquitetura, apaixonado por tecnologia, softwares de arquitetura e maquetes eletrônica. É leitor de quadrinhos e ilustrador nas horas vagas, mas ocupa quase todo tempo produzindo conteúdo para o site. Mas ama fazer isso!

1 Comentários

  1. caio
    5 de novembro de 2019 at 16:52 — Responder

    Muito boa explicação parabéns.
    Não conheço uma maneira de travar os cadeas de uma só vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *